22 de janeiro de 2021 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
SENAR -  Curso Técnico Agropecuário
ECONOMIA

Ibovespa sobe 1,36% no dia e ganha 2,31% na semana, amparada por fluxo externo

26 maio 2017 - 17h28
MÊS DA ECONOMIA COMPER

O pedido de demissão da presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Maria Silvia Bastos Marques, foi o principal fato desta sexta-feira, 26, que até então era de noticiário morno. Apesar de ser um nome de credibilidade junto ao mercado financeiro, a saída da executiva teve efeito pontual no mercado de ações, que registrou uma sessão de ganhos. O Índice Bovespa operou em terreno positivo durante todo o pregão, terminou o dia em alta de 1,36%, aos 64.085,41 pontos. Os negócios somaram R$ 8,7 bilhões.

Maria Silvia alegou razões pessoais para deixar o comando do banco de fomento, mas seu afastamento não chegou a surpreender analistas do mercado, dado que as pressões sofridas por ela nos âmbitos político e empresarial já eram conhecidas. De todo modo, o fato foi visto como negativo, por representar uma baixa importante na equipe econômica do governo, justamente em um momento delicado, de crise política e diversas incertezas.

A alta de hoje foi sustentada principalmente pelas ações do setor financeiro, que se recuperaram das perdas da véspera. Banco do Brasil ON, bastante afetada pela crise política, ganhou 4,15% no dia. Itaú Unibanco PN subiu 2,71% e Bradesco PN avançou 2,31%. As ações da Vale, que vêm apresentando desempenho majoritariamente positivo nos últimos dias, avançaram mais 0,58% (ON) e 0,57% (PNA).

Com o resultado do dia, o Índice Bovespa encerrou a semana com alta de 2,31%, um desempenho considerado improvável no final da última semana, quando os ânimos ainda estavam exaltados com o episódio do áudio da conversa do presidente Michel Temer com o empresário Joesley Batista, da JBS. Há uma explicação bastante concreta para justificar os ganhos dos últimos dias: o fluxo de investidores estrangeiros na Bolsa, amplamente positivo.

Desde o estouro da crise que colocou em dúvida a permanência de Temer no poder, os estrangeiros trouxeram recursos para a Bolsa em todos os pregões. Se em abril o saldo ficou próximo do zero, o acumulado de maio mostra saldo líquido positivo de R$ 2,3 bilhões. Somente no último dia 24, os ingressos foram de R$ 235,654 milhões.

Apesar do desempenho positivo na semana, o índice ainda contabiliza queda de 5,11% desde a divulgação dos áudios da JBS. As ações da empresa, aliás, caíram 6,09% hoje, depois de terem disparado 22,54% na véspera, em meio à expectativa de venda de ativos. Em maio, as perdas do papel superam os 25%.

Banner Whatsapp Desktop
TJ MS