04 de dezembro de 2020 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
maracaju natal 2
ECONOMIA

Fitch: perspectiva de crescimento da economia brasileira no curto prazo é baixa

12 maio 2017 - 10h46
Fort Atacadista Natal

O diretor-executivo da Fitch Ratings, Rafael Guedes, disse nesta sexta-feira, 12, que, apesar de alguns sinais positivos de retomada econômica, a perspectiva de crescimento do Brasil no curto prazo segue baixa. Durante debate promovido pela Câmara Americana de Comércio Brasil-Estados Unido (Amcham), Guedes observou que a taxa de investimento do País, na faixa de 16% a 17% do Produto Interno Bruto (PIB), é incompatível com um crescimento sustentável superior a 2% ao ano e lembrou dos problemas no sistema educacional, além da baixa eficiência da mão de obra brasileira.

Ele também lembrou que a dívida pública do Brasil caminha para alcançar 75% do PIB neste ano, enquanto em países de desenvolvimento parecido está em 45%. Também considerou que a baixa popularidade do governo representa um risco às reformas estruturais.

Apesar disso, Guedes avaliou que o Brasil, aos olhos dos investidores, é hoje um País "completamente diferente" do que era até poucos anos atrás.

Ele disse que a reforma da Previdência - vista como fundamental para corrigir a trajetória da dívida pública - vai passar no Congresso, mas alertou ser importante que não haja mais diluição nas medidas que serão votadas. "O risco é dessa montanha sair um ratinho", comentou o executivo da Fitch.

Guedes comentou ainda que provavelmente o Brasil terá que enfrentar outras reformas na Previdência, lembrando que nenhum País fez um único ajuste no sistema de pensões e aposentadoria. "A Suíça já fez 17. Mesmo que a reforma fosse a ideal, teríamos a necessidade de ajustes ao longo do tempo. Vivemos cada vez mais", salientou, acrescentando que, cada vez que se dilui um pouco a proposta de reforma, transfere-se o trabalho de ajuste das regras para o próximo governo.

Ainda assim, Guedes avaliou que, mesmo após as concessões, a reforma da Previdência significará uma economia de centenas de bilhões de reais ao País e que, após a proposta ser aprovada, ficará mais fácil ao próximo presidente trabalhar as categorias poupadas das mudanças do que ter que enfrentar todos os problemas de uma vez.

Banner Whatsapp Desktop
Comper sem sair de casa

Últimas Notícias

ver todas as notícias

Enquete

O que você pretende fazer com o 13º salário?

Votar
Resultados
Natal Comper
Departamento de Operações de Fronteira - Disque Denúncia
PREF DE MJU