22 de outubro de 2020 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
TCE - Devolução Auxílio Emergencial
Economia

Entrada de dólares no país em outubro bate recorde do ano

4 novembro 2009 - 13h38
Fort  Atacadista - 21 ANOS

  Apesar da instituição da taxação de IOF (Imposto sobre Operações Financeiras) para estrangeiros em investimentos em rendas fixa e variável no país, a entrada de dólares no Brasil superou a saída em outubro e o saldo no mês foi positivo em US$ 14,59 bilhões, de acordo com dados divulgados nesta quarta-feira pelo Banco Central.

 De acordo com dados do BC, o saldo foi também o segundo maior da série histórica, que tem início em 1982 --só perdeu para julho de 2007, quando foi positivo em US$ 16,56 bilhões.

  O setor financeiro --que inclui aplicações, investimentos, gastos e remessas de lucros-- registrou fluxo positivo em US$ 13,1 bilhões. A área comercial --que registra as compras e vendas de produtos entre o Brasil e outros países-- também teve resultado positivo de US$ 1,49 bilhão.

  No acumulado do ano, o fluxo cambial está positivo US$ 22,85 bilhões. No mesmo período do ano passado, o saldo era positivo em US$ 12,54 bilhões.

No ano, o fluxo das operações financeiras é positivo em US$ 13,25 bilhões, e no comércio exterior também positivo, em US$ 9,6 bilhões.

Reservas

  O Banco Central divulgou também dados relativos às intervenções da autoridade monetária no mercado de dólar. Em outubro, o Banco Central comprou US$ 6,73 bilhões no mercado de dólar à vista, valor que afeta os níveis das reservas internacionais, que até ontem estavam em US$ 233,08 bilhões, segundo o BC.

  Só no dia 8, por conta da operação do Santander, o BC comprou US$ 4,64 bilhões. Desde maio, o BC já comprou US$ 21 bilhões no mercado para evitar a queda excessiva da moeda norte-americana.

 

 

 

 

 

Banner Whatsapp Desktop
Annelies
AL MS