27 de fevereiro de 2021 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
nomeação de Yellen para Tesouro

Comitê de Finanças do Senado dos EUA aprova nomeação de Yellen para Tesouro

Depois de se tornar a primeira mulher a presidir a autoridade monetária americana, Yellen também pode ser primeira mulher a chefiar o Departamento do Tesouro

22 janeiro 2021 - 11h35
Ex-presidente do Fed, Janet Yellen será a primeira mulher a comandar o Tesouro americano.
Ex-presidente do Fed, Janet Yellen será a primeira mulher a comandar o Tesouro americano. - (Foto: Christopher Aluka Berry/Reuters)

O Comitê de Finanças do Senado dos Estados Unidos aprovou por unanimidade, nesta sexta-feira, 22, a nomeação de Janet Yellen para o cargo de secretária do Tesouro. A ex-presidente do Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano) participou de uma sabatina com os senadores na terça-feira, 19. A indicação do novo presidente dos EUA, Joe Biden, precisa ainda ser ratificada pelo plenário da Casa, o que pode ocorrer ainda na sessão desta sexta. Depois de se tornar a primeira mulher a presidir a autoridade monetária americana, Yellen também pode ser primeira mulher a chefiar o Departamento do Tesouro.

Na sabatina de terça-feira, Yellen defendeu o pacote fiscal de US$ 1,9 trilhão de Biden e disse que é preciso "agir com grandeza" para combater a pandemia de covid-19 e impulsionar o crescimento econômico.

A ex-presidente do Fed também se comprometeu a não interferir no mercado cambial. "A variação do dólar e outras moedas deve ser determinada pelos mercados. Devemos nos opor a países que manipulam câmbio por vantagem competitiva", declarou na ocasião.

A indicada por Biden para comandar o Tesouro defendeu, ainda, um sistema tributário progressivo e a cobrança de mais impostos sobre os ricos e as grandes corporações. "Nós vamos assegurar a competitividade das empresas, mas com impostos um pouco mais altos", afirmou.

Banner Whatsapp Desktop
TJ MS
Banner TCE