25 de janeiro de 2021 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
senar
campo grande ms

Comércio de Campo Grande ficará aberto até mais tarde a partir deste sábado

Os empregados no comércio de Campo Grande vão trabalhar neste sábado (5) até às 20 horas e a partir do dia 7 até dia 23, a abertura será até às 22h

2 dezembro 2020 - 15h10Da Redação
Centro de Campo Grande
Centro de Campo Grande - (Foto: Edemir Rodrigues)
MÊS DA ECONOMIA COMPER

Os empregados no comércio de Campo Grande vão trabalhar neste sábado (5) até às 20 horas e a partir do dia 7 até dia 23, a abertura será até às 22h. Nos domingos, dias 6, 13 de 20, o comércio funcionará das 9h às 18h. Já no dia 24, o comércio de Campo Grande vai  somente até às 18h e no dia 31, até às 16h, com exceção dos estabelecimentos localizados nos shoppings e centros comerciais localizados em hipercenters, que prorrogarão no dia 24, das 9h às 19h e no dia 31, das 9h às 18h.

Com as novas mudanças definidas pelo Sindicato dos Empregados no Comércio de Campo Grande e as entidades patronais: Sindicato do Comércio Varejista de Campo Grande e Fecomércio, os funcionários vão receber um reajuste salarial de 4,78% sobre seus vencimentos a partir de primeiro de novembro de 2020. Com isso, os pisos dos empregados em geral passaram para R$ 1.276,00; Os comissionados, R$ 1.411,00; Auxiliar de Comércio, R$ 1.157,00 e os office boy e serviços gerais.

"Nós consideramos um avanço esse percentual de reajuste, num período de crise como o que estamos atravessando, por conta da pandemia", avaliou Carlos Sérgio dos Santos, presidente do sindicato dos comerciários. A entidade lutou para que esse reajuste fosse aprovado.

O presidente do Sindicato dos Comerciários, Carlos Sérgio dos Santos informou ainda que o trabalho aos domingos, referentes ao mês de dezembro, será compensado no limite da semana de sua ocorrência, sob pena de multa de meio salário mínimo por cada ocorrência, sem prejuízo das demais cominações previstas na legislação e na presente convenção, que se reverterá em favor do empregado prejudicado.

Outra medida tomada em acordo com a classe patronal foi em relação às horas extras até o limite de duas horas diárias, durante o mês de dezembro, serão remuneradas com 65% sobre a remuneração normal. "Essa também foi mais uma conquista que tivemos ao lutarmos pelos direitos e benefícios dos comerciários de Campo Grande", afirmou 

Banner Whatsapp Desktop
TJ MS