29 de setembro de 2020 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
PMCG
ECONOMIA

Bolsa fecha em alta de 1,57%, aos 102.801,76 pontos, com ações de commodities

O principal índice da B3 saiu de mínima na abertura a 101.219,98 pontos, escalando até alcançar, na máxima, os 103.762,66 pontos

5 agosto 2020 - 17h13
Depois de quatro dias em ajuste negativo, e de dois nos quais se descolou do exterior, o Ibovespa voltou esta quarta, 5
Depois de quatro dias em ajuste negativo, e de dois nos quais se descolou do exterior, o Ibovespa voltou esta quarta, 5 - (Foto: Agência Brasil)
O FLOR DA MATA - NOTICIAS

Depois de quatro dias em ajuste negativo, e de dois nos quais se descolou do exterior, o Ibovespa voltou esta quarta, 5, a caminhar na mesma direção das ações globais, ao fechar em alta de 1,57%, aos 102.801,76 pontos, limitando ganhos que até a virada para a tarde se mantinham acima de 2% na sessão, e que chegaram a ficar abaixo de 1%. O principal índice da B3 saiu de mínima na abertura a 101.219,98 pontos, escalando até alcançar, na máxima, os 103.762,66 pontos, mas perdeu fôlego logo no início do segundo tempo, enquanto o ministro da Economia, Paulo Guedes, falava à Comissão Mista da Reforma Tributária.

Nela, o governo deu sinal de que pretende insistir na criação de um novo imposto sobre transações eletrônicas, ideia mal recebida tanto pelo Congresso como pelo mercado, que veem semelhanças entre o tributo e a CPMF. Guedes procurou dissociar a proposta do que é percebido como uma tentativa de ressuscitar em nova roupagem a contribuição sobre movimentações financeiras, extinta em 2007. "Não dá para o rico se esconder atrás do pobre falando que esse imposto é regressivo. O rico é quem mais faz transações, quem mais consome serviços digitais, de saúde, de educação, lancha, caviar, e está isento", afirmou o ministro.

"Não podemos ter nenhuma sombra de absolutismo: nem acharem que o ministro pode impor um imposto à sociedade, nem acharem que podem proibir esse debate. Nem o ministro pode impor um imposto que a sociedade não quer, nem um relator, presidente da Câmara, Senado ou da República pode impedir que se debata qualquer imposto", disse Guedes. Questionado pelos parlamentares, o ministro reafirmou que a equipe econômica pretende tributar também lucros e dividendos - outro ponto mal recebido pelo mercado.

"A dúvida para o mercado é que o governo como um todo está apostando no Renda Brasil e o Guedes está tentando achar uma forma de financiar isso. Nesta reunião de hoje, ficou claro que a aceitação (ao novo imposto) é negativa. Tirando o Ministério da Economia, todo mundo está querendo gastar. Lá na frente, para financiar o déficit, sabemos como termina: tem de elevar juros", observa Eduardo Cavalheiro, sócio-gestor da Rio Verde Investimentos. "O que ajudou a segurar hoje foram as ações de commodities, em meio à avaliação de que a China, para se contrapor à incerteza na relação com os EUA, tende a privilegiar um modelo de desenvolvimento mais voltado para dentro, com investimentos em infraestrutura, o que eleva os preços do aço, do minério, do petróleo", acrescenta.

Assim, em dia de forte desempenho das ações de Petrobras (+6,43% na PN e +6,45% na ON), com a progressão dos preços do petróleo sendo induzida também por dados de estoque dos EUA, o Ibovespa manteve-se em alta, quase neutralizando as perdas na semana (agora -0,11%) e limitando as do ano a 11,11%. Destaque também para ganho de 2,45% em Vale ON, em dia mais uma vez em boa parte desfavorável, ainda que moderadamente, para o segmento de bancos, o de maior peso na composição do índice e que ao final foi na maioria levemente ao azul, na véspera da votação em comissão do Senado de projeto sobre tabelamento de juros do cheque especial e do cartão de crédito.

"O governo não conseguiu impedir que a proposta do senador Álvaro Dias fosse à votação, e a expectativa agora é de que possa derrotá-la na comissão", diz Cavalheiro, da Rio Verde. Na ponta do Ibovespa, Klabin subiu hoje 9,78%, com recepção muito positiva ao balanço e às indicações da fabricante de papel e celulose, que contribuíram para melhorar a perspectiva para o setor. Logo em seguida, vieram Multiplan (+8,03%) e Iguatemi (+7,76%), com recepção também positiva ao balanço da operadora de shoppings. No lado oposto, Hypera cedeu 2,84%, Ambev, 1,64% e Cielo, 1,36%. O giro financeiro totalizou R$ 30,5 bilhões na sessão.

"O mercado de ações vem de um rali de 45 a 60 dias, com o começo da saída da pandemia. A partir de agora, temos um choque de realidade, com uma recuperação mais gradual da economia e dos diversos setores - muitos ficaram caros, houve excessos, e o mercado tende a ficar mais seletivo. Ainda vemos oportunidades em papéis que não estiveram tão na moda e estão com valuation mais atrativo, como Vale, JBS e BR Distribuidora", diz Marcelo Audi, sócio-gestor da Cardinal Partners.

No plano doméstico, é fundamental que a agenda de reformas continue a caminhar, em momento no qual a questão fiscal permanece no foco dos investidores, destaca também o gestor da Cardinal. "É importante que haja um sinal de continuidade nas regras de controle fiscal criadas até aqui - perder o teto de gastos seria um mau caminho", aponta Audi. "Há pressão por gastos adicionais, como a transformação do auxílio emergencial em despesa permanente. Se o governo conseguir um aperfeiçoamento, com aumento da transferência de renda em base ampliada, sem impacto fiscal negativo, seria um avanço."

"Temos de ter certeza de que, com reformas, o caminho da disciplina fiscal permanecerá, e o ponto mais importante para construção é daqui ao quarto trimestre. Sem a contribuição dos estímulos à economia, especialmente os concedidos aos mais pobres, a economia começa a se enfraquecer a partir de setembro", conclui Audi.

Banner Whatsapp Desktop
TJ MS INTERNO

Últimas Notícias

ver todas as notícias

Enquete

Você já sabe em quem votar para prefeito de seu município?

Votar
Resultados
FORT ATACADISTA - Carne Fresca (interno)
pmcg ms
TJ MS