25 de outubro de 2020 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
TCE - Devolução Auxílio Emergencial
Economia

Anhanguera Uniderp pesquisa confiança do consumidor e do empresário na economia

Nucleo de Estudos e Pesquisas da Anhanguera/Uniderp
Nucleo de Estudos e Pesquisas da Anhanguera/Uniderp - Divulgação
Fort  Atacadista - 21 ANOS

O Núcleo de Estudos e Pesquisas Econômicas e Sociais da Universidade Anhanguera-Uniderp realiza pesquisas para perceber a confiança dos consumidores e dos empresários sul-mato-grossenses na economia.

   A participação é aberta a todos e deve ser feita por meio do preenchimento de questionários disponíveis na Internet. Os consumidores que quiserem colaborar podem acessar o link http://info.uniderp.br/ipc/consumidor. Os empresários, por sua vez, devem acessar o link http://info.uniderp.br/ipc/empresario. “Os dados fornecidos na pesquisa são sigilosos e serão processados com os demais respondentes”, destaca o coordenador da pesquisa, professor José Francisco dos Reis Neto.

  O Índice de Confiança do Consumidor (ICC) é calculado pelo Nepes desde 2005 e consiste em perguntas feitas a uma amostra significativa de habitantes sobre a sua situação doméstica de hoje, em relação a um ano atrás; sua expectativa de mudança financeira doméstica para daqui a um ano; sua expectativa sobre a economia nacional para os próximos 12 meses; sua expectativa sobre a economia brasileira para os próximos cinco anos; sua perspectiva de compra de bens duráveis (móvel, geladeira, televisão, fogão e outros);  sobre a sobra de dinheiro depois das compras mensais e a sua possibilidade de endividamento de curto prazo. As questões estão relacionadas aos sentimentos retrospectivos, prospectivos e perspectivos de variáveis econômicas como a renda pessoal, desemprego, inflação, crescimento do país e intenção de compra.

  “O ICC é um instrumento utilizado para prever o desempenho da economia e as perspectivas positivas ou negativas das políticas governamentais. É um indicador de utilidade antecedente das variações de demanda da economia, da qual o consumo é o principal componente, e do nível geral de atividade. Quando a confiança na economia for grande o consumo tende a aumentar, significando mais demanda e como conseqüência o crescimento econômico. Se a confiança na economia é grande, as políticas governamentais tendem a serem bem avaliadas”, pontua o coordenador do Nepes, professor Celso Correia de Souza.

Empresário

   O Índice de Confiança do Empresário (ICE) é medido pelo Nepes desde 2007 e pretende avaliar, pelo lado da oferta, a economia. O objetivo geral da pesquisa é medir os níveis de variação da confiança do empresário frente ao entorno do país, conhecendo as perspectivas da economia e dos elementos que a afetam de maneira positiva ou desfavorável. Como objetivos específicos estão observar comparativamente o comportamento dos níveis de venda e receita; observar a variação do estoque; observar o comportamento dos custos de operação; visualizar a realização de novos investimentos; observar a variação do número de trabalhadores e observar a atividade empresarial segundo o entorno político, econômico e social.

Banner Whatsapp Desktop
TCE - Devolução Auxílio Emergencial
AL MS