27 de novembro de 2020 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
Comper
autocine

Autocine traz atração para a criançada no primeiro domingo de novembro

Os ingressos são limitados e podem ser retirados de terça a quinta-feira, das 8 às 17h, na Praça dos Imigrantes

28 outubro 2020 - 15h30Carlos Ferreira
A sessão vai exibir
A sessão vai exibir - (Foto: Divulgação)
Fort Atacadista Natal

O público infantil de Campo Grande terá neste domingo (1º) uma ótima alternativa no Autocine da UFMS. A sessão vai exibir "Cordilheira de Amora II", "Ser criança em Campo Grande" e "A princesa pantaneira", além de vídeo com contação de histórias pelo grupo de arte DEAC.

Moradora da Aldeia Amambai, no Mato Grosso do Sul, perto da fronteira do Brasil com o Paraguai, uma indiazinha Guarani Kaiowá, Carine Martines, de 9 anos, transforma seu quintal num experimento do mundo. Contando com folhas, tijolos, pedaços de papel, madeira e plástico, ela cria histórias e personagens que alargam sua solidão em brincadeiras, sonhos e projetos. Essa é a sinopse do documentário Cordilheira de Amora II, dirigido por Jamille Fortunato. A duração é de 12 minutos.

Ser criança em Campo Grande traz duas crianças que contam seu dia vivido na capital. Elas imaginam a cidade governada por crianças super-heroínas, com chuva de doces e balas, transformada em uma docelândia, sorvetelândia e guaranalândia e declaram o seu amor pela cidade. A animação tem duração de cinco minutos e foi dirigida pela professora da Faculdade de Educação da UFMS Constantina Xavier, que também produziu o filme A princesa pantaneira, que conta a história de uma princesa que vive no Pantanal sul-mato-grossense. O filme foi produzido com alunos do quinto ano da escola Escola Municipal Abel Freire de Aragão e tem duração de nove minutos.

Ingressos - Os ingressos são limitados e podem ser retirados de terça a quinta-feira, das 8 às 17h, na Praça dos Imigrantes.

Banner Whatsapp Desktop
Departamento de Operações de Fronteira - Disque Denúncia