26 de setembro de 2020 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
JBS - Covid 19
FESTAS JUNINAS

Ministério quer festas juninas atraindo turistas brasileiros e estrangeiros

3 junho 2017 - 11h57
Festas juninas em Belo Horizonte têm como destaques os arraias onde quadrilhas se apresentam
Festas juninas em Belo Horizonte têm como destaques os arraias onde quadrilhas se apresentam - Divulgação/Ministério do Turismo

ATENÇÃO: PARA PUBLICAR NO SÁBADO (3)

Promover as festas juninas como um produto cultural brasileiro que atraia, além de turistas brasileiros, visitantes estrangeiros, como já ocorre com o carnaval. Esta é a meta do Ministério do Turismo, que aposta no potencial dos mais de 96 festejos, que movimentarão milhares de pessoas em diversas localidades do país, principalmente na Região Nordeste.

As festas juninas deste ano vão mudar a rotina de 87 cidades de 21 estados de todas as regiões do país. “Queremos que o São João tenha seu valor turístico reconhecido, tanto no Brasil como no mundo. Trata-se de uma manifestação cultural extremamente rica, que tem enorme potencial para se transformar em um produto turístico como o carnaval,” disse o ministro do Turismo, Marx Beltrão.

Para divulgar estas atrações, a Embratur tem promovido, na Europa, uma série de apresentações das festas de São João do Brasil com objetivo de diversificar a oferta turística em outros países. Em Roma, capital da Itália, foi registrado o maior público até o momento: 30 mil pessoas. Seguido de Lisboa, em Portugal, com mais de 15 mil pessoas, e Madri, na Espanha, com cerca de 6 mil, segundo o ministério.

Em Londres, os eventos ocorrerão até este domingo (4) na embaixada brasileira. De acordo com a pasta, o Reino Unido é o oitavo país do mundo que mais envia turistas ao país e o terceiro do continente europeu. No ano passado, 202 mil ingleses desembarcaram no Brasil, superando a marca de 2015, de 189 mil turistas.

O São João de Bragança Paulista está entre os mais procurados do interior de São Paulo

Estratégia conjunta

Segundo o ministro Beltrão, a divulgação dos festejos, bem como a realização de ações de promoção e apoio à comercialização, fazem parte da estratégia conjunta do Ministério do Turismo e da Embratur para promover os destinos turísticos onde os festejos juninos são celebrados.

Para isso, foi elaborado um edital de chamada pública que selecionou vários municípios para receber ações da pasta, como Maracanaú, no Ceará; Mata de São João e Itaberaba, na Bahia; Miranorte e Sitio Novo, no Tocantis; e Macedônia e Gavião Peixoto, em São Paulo.


Em Maracanaú, por exemplo, cidade com mais de 220 mil habitantes, a cada São João, cerca de 1 milhão de pessoas participam da festa. De acordo com o ministério, durante 17 dias dos festejos juninos, já em sua 13ª edição na cidade, são gerados centenas de empregos temporários, além dos postos de trabalho indiretos para segurança, apoio das bandas e instalação da cidade junina. O comércio local também é beneficiado com os festejos, que movimentam o comércio, restaurantes, hotéis e prestadores de serviços por toda a cidade.

O prefeito do município, Firmo Camurça, reforça a importância do São João de Maracanaú para a cidade. “O evento, que é destaque no calendário turístico do Ceará, resgata e valoriza a cultura tradicional nordestina, além de movimentar o mercado local e gerar renda e milhares de empregos temporários”, comentou.

Banner Whatsapp Desktop
FORT ATACADISTA - Carne Fresca (interno)

Últimas Notícias

ver todas as notícias

Enquete

Você já sabe em quem votar para prefeito de seu município?

Votar
Resultados
GAL COSTA
pmcg ms
TJ MS