20 de outubro de 2020 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
al outubro2
AO VIVO Acompanhe a transmissão do jornal GIRO ESTADUAL DE NOTÍCIAS
Transmitido simultaneamente para as emissoras do Grupo Feitosa de Comunicação
PROJETO CULTURAL

Secretaria de Cultura vai auxiliar quem quiser empreender em projetos culturais

As oficinas auxiliares acontecem a partir do dia 15; edital de Economia Criativa foi aberto no dia 4 de janeiro e recebe inscrições até 3 de março.

11 fevereiro 2016 - 11h46DA REDAÇÃO COM INFORMAÇÕES DA ASSESSORIA
Fort  Atacadista - 21 ANOS

A Secretaria de Estado de Cultura, Turismo, Empreendedorismo e Inovação (Sectei) vai oferecer, a partir do dia 15 deste mês, oficinas para auxiliar empreendedores a elaborar projetos para o edital de Economia Criativa. O edital foi aberto no dia 4 de janeiro deste ano e recebe inscrições até 3 de março. Serão beneficiados projetos de economia criativa que visem estimular, valorizar e fomentar empreendimentos criativos no Estado de Mato Grosso do Sul, tendo em vista o desenvolvimento social, cultural, turístico e artístico, bem como a inovação, a sustentabilidade e a geração de renda dos empreendedores individuais ou grupos sociais. 

O valor do edital é de R$ 250.000,00 (duzentos e cinquenta mil reais). Serão contemplados dez projetos propostos por Instituição de Direito Privado Sem fins Lucrativos no valor de R$ 20.000,00 e cinco projetos para os empreendedores individuais. Outra questão relevante é que os projetos aprovados terão o acompanhamento direto por um período de 12 meses da Superintendência de Economia Criativa que buscará parceiras com universidades e outras instituições para o apoio ao fomento e a sustentabilidade dos projetos selecionados. 

É considerada economia criativa o conjunto de atividades culturais, econômicas e de gestão de negócios que se originam no conhecimento, criatividade, no capital intelectual individual ou coletivo focadas em processos, produções de bens e serviços para a geração de trabalho e renda. 

Poderão participar desta chamada empreendedores individuais e coletivos em um ou mais setores da economia criativa, conforme os temas relacionados nesta chamada; Associação/instituições de natureza cultural sem fins lucrativos; Pessoas com idade superior a dezoito anos e com no mínimo de dois anos de experiência comprovada; Brasileiros natos ou naturalizados; quando estrangeiro, ter visto permanente; Residentes no Estado de Mato Grosso do Sul. 

As propostas devem estar vinculadas com os seguintes temas estratégicos: 

a) Patrimônio: patrimônio material e imaterial, arquivos e museus; 

b) Expressões Culturais: artesanato, artes visuais, fotografia gastronomia, culturas populares, culturas indígenas, cultura e/ou festa pantaneira, cultura e/ou festa do cerrado e quilombola; 

c) Artes de Espetáculo: dança música, teatro e circo; 

e) Audiovisual: cinema, televisão, vídeo, rádio e web; 

f) Criações Funcionais: moda, design, arquitetura e urbanismo, publicidade, aplicativos e games. 

O projeto deverá conter: Identificação do projeto; Identificação do proponente; Identificação do executor; Descrição do Projeto; Justificativa; Objetivo geral e objetivos específicos; Metas a atingir; Público alvo; Estratégia de Ação; Cronograma de Desenvolvimento; Quais os impactos e resultados esperados com o Projeto; Quais os indicadores de inovação do produto, processo; Descrever como pretende dar sustentabilidade (continuidade) ao projeto após o término do apoio; Plano de Divulgação; Parcerias; Observações adicionais (caso necessárias); Informações sobre outros apoios; Equipe de trabalho; Orçamento – Resumo do Orçamento – Fontes de Financiamento; Declarações obrigatórias; Termo de Responsabilidade. 

Para orientação e capacitação aos interessados, a Sectei está realizando uma caravana para as oficinas em Campo Grande e no interior do Estado. As atividades começam nos dias 15 e 16 de fevereiro, em Campo Grande, com a primeira oficina. Ainda na Capital, as demais oficinas serão realizadas nos dias 18 e 19, 22 e 23, 25 e 26, sempre das 8 às 12 horas. 

Em Dourados a oficina acontece no dia 15; em Bonito no dia 16 de fevereiro; em Corumbá em 17 de fevereiro; em Três Lagoas no dia 22 e em Rio Verde no dia 26, sempre das 14 às 18h e das 18h30 às 21h30. 

Para o secretário Athayde Nery esse edital de economia criativa abre uma série de possibilidades para o fomento de atividades importantes. "Estamos estimulando atividades feitas de modo alternativo, que contribuam de forma inquestionável para a melhoria do cotidiano das pessoas. Queremos selecionar iniciativas que promovam, por exemplo, a geração de renda, que tenham como base a criatividade, o conhecimento e a cultura. A economia criativa pode gerar inovação social quando essas novas fontes passam a ser entendidas como elementos fundamentais para o desenvolvimento econômico, social e ambiental". 

O secretário lembrou exemplos bem sucedidos já desenvolvidos no Estado. "Em São Gabriel d'Oeste eles usam garrafas pet que seriam poluidoras da natureza para incrementar o Natal Luzes do Cerrado. Temos aqui também pessoas que estão usando madeira de queimadas para fazer arte e produtos de uso doméstico, como as redes. Esses são exemplos bem sucedidos de economia criativa e sustentável". 

A artesã, professora de artesanato e design Isabel Muxfeldt, de Campo Grande, é produtora de joias do pantanal feitas de chifre lapidado, que lhe rendeu o Prêmio Mulher Empreendedora do Sebrae em 2007, em nível estadual e nacional. Isabel também foi finalista, em 2011, para representar o Brasil no Prêmio Empretec Women in Business Award. "Eu participei da última oficina [realizada no dia 2 de fevereiro] por causa dos meus alunos de Anastácio, para fomentar o grupo como um núcleo de produção de economia criativa. O instituto RessoArte começou em 2014 e já está comercializando as peças feitas com material reaproveitado. Agora estão produzindo pulseiras masculinas com sobras de couro das selarias de Anastácio. Buscamos utilizar materiais que refletem a cultura da região". 

As inscrições para o edital de Economia Criativa vão até 3 de março de 2016. Mais informações bem como acesso aos editais no site http://www.sectei.ms.gov.br/?page_id=241. Os parceiros desta ação são a Prefeitura Municipal de Dourados, Rio Verde, Corumbá, Ladário e Três Lagoas, Sebrae Regional Sudoeste e Posto Avançado de Corumbá. Superintendência de Economia Criativa: 3316-9326. E-mail: economiacriativasectei@gmail.com .

Banner Whatsapp Desktop
PMCG
Annelies