27 de setembro de 2020 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
PMCG
COVID-19

Transporte público apresenta baixo índice de contaminação pela Covid-19 em Campo Grande

Levantamento foi feito com objetivo de contrapor o que vem sendo discutido sobre os riscos de utilizar o transporte público

14 agosto 2020 - 15h04Da Redação
O estudo da entidade rio-grandense constatou que o transporte público é seguro
O estudo da entidade rio-grandense constatou que o transporte público é seguro - (Foto: Divulgação)
O FLOR DA MATA - NOTICIAS

Uma pesquisa divulgada pela Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) que classifica o transporte coletivo na condição de alto risco para a disseminação da covid-19, divulgada nesta segunda-feira, é contestada pelos resultados de levantamento feito pela Associação dos Transportadores de Passageiros de Porto Alegre (ATP) no início do mês passado. O estudo da entidade rio-grandense constatou que o transporte público é seguro.

A pesquisa da Unifesp mostra que os distritos com maior número de mortes por coronavírus estão relacionados de maneira mais intensa a locais com maior presença de autônomos, donas de casa e pessoas que usam o transporte público. No entanto, o levantamento da ATP mostra o contrário, principalmente porque as empresas de ônibus vêm adotando medidas sanitárias relevantes, como ocorre também em Campo Grande.

A pesquisa da ATP foi feita com base em levantamento feito junto a parcela de funcionários do transporte público em Porto Alegre, no Rio Grande do Sul. O levantamento constatou que o transporte não é um meio potencial de transmissão do coronavírus. Pelo contrário, é mais seguro.

Segundo a ATP, desde o início da pandemia em março, Porto Alegre transportou até meados de junho 12,3 milhões de passageiros. Neste período foi aplicado o teste por IgG/IgM em 90 funcionários – 72% cobradores e 28% motoristas –, o que representa 5% da tripulação ativa atual, que é de 1.780 motoristas e cobradores.

Para o engenheiro de transporte da ATP, Antônio Augusto Lovatto, “diferente do que tem sido falado, isso nos mostra que o ônibus não é um lugar com alta propensão à contaminação. Acreditamos que algumas providências tomadas como a higienização constante e a ventilação do espaço, foram fundamentais para o resultado que obtivemos”.

Campo Grande
É justamente as medidas sanitárias que garantem a segurança no transporte coletivo, como ocorre também em Campo Grande. No mês passado teve início a campanha “Tá seguro usar o transporte coletivo”, que reúne uma série de ações desenvolvidas pelo Consórcio Guaicurus em parceria com o Sets/Senat e prefeitura da Capital.

Blitzes e medição de temperatura corporal de passageiros vêm sendo realizadas em diversos terminais. Diariamente, todos os 1,2 mil colaboradores do Consórcio Guaicurus também têm a temperatura monitorada. Além disso, eles passaram a realizar cursos de prevenção ao contágio pelo novo coronavírus.

Nas blitzes, equipes do consórcio e do Sest/Senat estão distribuindo nos terminais folhetos com informações sobre as medidas que todos devem adotar para frear a disseminação da pandemia. Os passageiros recebem álcool em gel e ainda orientações sobre como devem lavar as mãos. Lavatórios “itinerantes” foram produzidos para reforçar a campanha.

Uso de máscaras


Os passageiros tem de usar máscaras

Além disso, todos os passageiros, motoristas e demais colaboradores são obrigados a usar máscaras e os ônibus circulam com os alçapões abertos para manter ventilação constante. O número de passageiros nos veículos também é limitado. Só podem viajar pessoas sentadas e para cada tipo de ônibus é estabelecido o número máximo de passageiros que podem viajar em pé.

O Consórcio Guaicurus também passou a reforçar a higienização dos ônibus. No intervalo entre as viagens, quando os veículos pararem nos terminais (carros de reforço ou reserva) e sem a presença de passageiros, colaboradores passaram a desinfectar bancos e demais componentes internos dos veículos com os quais os clientes têm maior contato.

Desinfecção
Paralelamente às ações do Consórcio Guaicurus, a Agência Municipal de Transporte e Trânsito (Agetran) está promovendo diariamente nos terminais a desinfecção das áreas de circulação dos passageiros e também dos banheiros.

Banner Whatsapp Desktop
TJ MS INTERNO

Últimas Notícias

ver todas as notícias

Enquete

Você já sabe em quem votar para prefeito de seu município?

Votar
Resultados
GAL COSTA
TJ MS
pmcg ms