29 de setembro de 2020 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
PMCG
NOVO HORÁRIO

Toque de recolher muda mais uma vez de horário e passa a valer a partir da meia-noite

A partir de amanhã até o dia 30, a população vai ter que permanecer em casa entre às 00h e 5h da manhã

15 setembro 2020 - 15h30Carlos Ferreira
No decreto publicado ontem (14) e assinado pelo prefeito Marquinhos Trad (PSD), fica terminantemente proibida a circulação de pessoas
No decreto publicado ontem (14) e assinado pelo prefeito Marquinhos Trad (PSD), fica terminantemente proibida a circulação de pessoas - (Foto: Divulgação)
O FLOR DA MATA - NOTICIAS

A Prefeitura de Campo Grande alterou mais uma vez o horário do toque de recolher em Campo Grande. A partir de amanhã (16) até o dia 30, a população vai ter que permanecer em casa entre às 00h e 5h da manhã.

No decreto publicado ontem (14) e assinado pelo prefeito Marquinhos Trad (PSD), fica terminantemente proibida a circulação de pessoas, exceto quando necessária para acesso aos serviços essenciais e sua prestação, comprovando-se a necessidade ou urgência.

A decisão não vale para postos de combustíveis, farmácias e serviços de saúde, que podem funcionar em horário estabelecido no alvará de localização e funcionamento respectivo, bem como aos serviços de delivery, de coleta de resíduos e ações destinadas ao enfrentamento da Covid-19.

O artigo destaca também que estabelecimentos e atividades com atendimento ao público, devem funcionar com lotação máxima de 50% de sua capacidade, inclusive academias e igrejas. Festas, eventos e reuniões de qualquer natureza que gerem aglomeração de pessoas, inclusive eventos esportivos e campeonatos, bem como do compartilhamento de objetos, inclusive narguilés e tererés estão terminantemente proibidos.

Quem descumprir as medidas deste Decreto acarretará a responsabilização civil, administrativa e penal dos agentes infratores, que poderão responder por crimes contra a saúde pública e contra a administração pública em geral, tipificados nos artigos 268 e 330, ambos do Código Penal, sem prejuízo de outras sanções previstas na Lei Complementar n. 148, de 23 de dezembro de 2009, que institui o Código Sanitário do Município de Campo Grande. Art. 4º As medidas previstas no presente Decreto poderão ser reavaliadas e revogadas a qualquer momento, de acordo com a situação epidemiológica do Município. Art. 5º Este Decreto entra em vigor na data de sua publicação.
Banner Whatsapp Desktop
TJ MS INTERNO

Últimas Notícias

ver todas as notícias

Enquete

Você já sabe em quem votar para prefeito de seu município?

Votar
Resultados
FORT ATACADISTA - Carne Fresca (interno)
pmcg ms
TJ MS