02 de março de 2021 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
CORONAVÍRUS

Servidores públicos da Capital podem voltar com home office

Os expedientes terão novamente a divisão em dois turnos para evitar aglomerações

30 setembro 2020 - 11h32Geliel Alves de Oliveira
Prefeitura de Campo Grande
Prefeitura de Campo Grande - (Foto: Divulgação/PMCG)

As repartições públicas do município de Campo Grande terão o prolongamento do decreto publicado no dia 22 de maio, a medida publicada ontem (29), dispõe sobre a jornada especial de trabalho como forma de prevenção ao Covid-19. Os expedientes terão novamente a divisão em dois turnos para evitar aglomerações, as equipes de trabalho somadas não devem ultrapassar 50% da lotação.

De acordo com o decreto o regime de teletrabalho é obrigatório para os servidores efetivos e comissionados que possuam doenças cardiovasculares ou pulmonares, possuam imunodeficiência, transplantados, gestantes, maiores de 60 anos e qualquer pessoa que apresente sintomas da doença. O regime de teletrabalho se estende aos servidores que convivam com pessoas no grupo de risco.

Novo Toque de Recolher - Essas medidas fazem parte do pacote de combate ao novo Coronavírus, bem como o novo toque de recolher, o horário passa a funcionar das 1h até às 5h da manhã a partir do dia 1º até o dia 15 de outubro. A informação foi confirmada pela publicação da edição de hoje (30) no Diário Oficial de Campo Grande.

Hoje, o horário do toque de recolher ainda começa às 23h termina às 5h. Neste período apenas as atividades consideradas essenciais podem funcionar, como farmácias, supermercados e áreas da saúde

 

Banner Whatsapp Desktop
Banner TCE