06 de março de 2021 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
CAMPO GRANDE REALIZA VACINAÇÃO CONTRA COVID-19

Enfermeira de 52 anos é a primeira vacinada em Campo Grande

Nesta manhã, durante vacinação simbólica no CRS Tiradentes, a enfermeira Flávia Cristine Correa de Almeida, 52 anos, foi a primeira a receber o imunizante

19 janeiro 2021 - 10h00
A enfermeira foi a primeira vacinada na Capital
A enfermeira foi a primeira vacinada na Capital - (Fotos: Denilson Secreta)
Cassems

A Prefeitura de Campo Grande iniciou nesta terça-feira (19) a primeira etapa de vacinação contra Covid-19. As primeiras doses foram aplicadas em idosos que vivem em asilos e outras instituições e profissionais que atuam em hospitais e nas unidades de urgência e emergência. O Município recebeu na noite de ontem (18) 26.898 doses da vacina Coronavac, enviadas pelo Ministério da Saúde. 

O montante é suficiente para imunizar 12.480 pessoas, considerando a necessidade de aplicação de duas doses para complementar o ciclo de imunização em um período recomendado, de duas a quatro semanas. 

Nesta manhã, durante vacinação simbólica no CRS Tiradentes, a enfermeira Flávia Cristine Correa de Almeida, 52 anos, foi a primeira a receber o imunizante. “Essa é uma esperança para nós. A promessa de dias melhores que estão por vir”, comenta a enfermeira. 

A vacina já era aguardada pela população campo-grandense, uma vez que havia tratativas da Prefeitura com o laboratório para a aquisição das doses antes da definição de distribuição pelo Ministério da Saúde. “Essa é a vitória da vida contra a morte. É a esperança e a certeza de dias melhores longe de cenas que nos acostumamos a ver, de seres humanos intubados e familiares orando, rezando e fazendo suas preces para que se recuperem”, comemora o prefeito Marquinhos Trad. 

Imunização de profissionais de saúde e institucionalizados 

A vacinação deve acontecer simultaneamente nos hospitais, unidades de atendimento 24 horas, instituições de longa permanência de idoses (ILPIs) e residências inclusivas. “Essa é uma estratégia para evitar novos casos principalmente entre aqueles que estão mais vulneráveis à doença”, explica o secretário municipal de saúde (Sesau), José Mauro Filho. 

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Prefeitura de Campo Grande -MS (@prefeituradecampogrande)

Serão imunizados os servidores da Sesau que atuam nas UPAs, CRSs e SAMU e profissionais do Hospital Regional, Santa Casa e Hospital Universitário. Nestes locais, equipes próprias irão aplicar as doses. 

Estão sendo imunizados também nessa primeira etapa da campanha os moradores e funcionários do Asilo São João Bosco e Sirpha Lar de Idosos, as duas maiores ILPIs do Município. Dalmirio Dario Dotto, 94 anos, foi o primeiro idoso a ser vacinado pela rede municipal de saúde pública. Ele está morando no Asilo São João Bosco há oito meses. Demais hospitais, filantrópicos e privados, devem entrar na lista de imunização nos próximos dias. 

Próximas fases 

Ao todo, o público preconizado pelo Ministério da Saúde a ser vacinado durante a campanha é de 233. 601 pessoas, entre profissionais da saúde, idosos, indígenas aldeados, professores, pessoas com deficiência e comorbidades. 

Para imunizar o restante da população alvo, assim que novas doses estiverem disponíveis, a Sesau irá disponibilizar as doses da vacina nas 72 unidades de saúde do Município, além de abrir um polo de vacinação e um drive-thru, para atender àqueles que têm dificuldade de locomoção. 

Também é possível realizar o cadastramento prévio para agilizar o processo de vacinação. O público da campanha deve entrar no site www.vacina.campogrande.ms.gov.br.

Banner Whatsapp Desktop
Banner TCE