21 de setembro de 2020 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
maracaju covid
COVID-19

Estado destina milhares de EPI’s para ajudar Aquidauana a combater Covid nas aldeias

SES também solicita apoio do Ministério da Saúde para ações de combate ao coronavírus em áreas indígenas de Miranda, Sidrolândia e Dois Irmãos do Buriti

6 agosto 2020 - 11h25
O município de Aquidauana está recebendo mais um reforço na luta contra a propagação do coronavírus em suas aldeias
O município de Aquidauana está recebendo mais um reforço na luta contra a propagação do coronavírus em suas aldeias - (Foto: Governo do Estado de Mato Grosso do Sul
O FLOR DA MATA - NOTICIAS

O município de Aquidauana está recebendo mais um reforço na luta contra a propagação do coronavírus em suas aldeias. O governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Saúde (SES) destinou, na quarta-feira (05.08), um caminhão contendo milhares de EPI’s (equipamentos de proteção individual) como máscaras, luvas, propés, capotes e toucas, para uso pela população e profissionais de saúde.

Os materiais foram entregues pelo secretário estadual de Saúde Geraldo Resende para o prefeito Odilon Ribeiro. No total, foram destinados 20 mil capotes, 10 mil luvas descartáveis tamanho “P”, 20 mil luvas descartáveis “M”, 10 mil luvas tamanho “G”, quatro mil máscaras hospitalares N95, 15 mil máscaras cirúrgicas descartáveis, 6 mil propés e 20 mil toucas, além de 5.400 máscaras de tecido “G” e 1.400 do tamanho “M”.

“Esse material vem em muito boa hora, num momento em que nós estamos precisando de um apoio ainda maior para combatermos a pandemia, principalmente em nossas aldeias. Estamos levando um caminhão cheio de materiais, que são de extrema importância para o nosso hospital e para a comunidade indígena. É essa parceria que faz as coisas acontecerem e darem certo, num momento como esse”, destacou o prefeito Odilon Ribeiro.

O secretário estadual de Saúde Geraldo Resende disse que o objetivo principal do trabalho do governo do Estado em conjunto com os municípios é conquistar um menor número de óbitos e casos em Mato Grosso do Sul. “Encontramos no prefeito Odilon um parceiro que sabe que a responsabilidade de cuidar da população indígena é do governo federal mas, nesse momento precisamos somar forças com a União”.

Estado manda EPIs para Aquidauana

Na oportunidade, o secretário também referiu-se a um encontro realizado na manhã de quarta-feira na SES, com a presença de diversas lideranças indígenas, o prefeito Odilon e o secretário especial da Secretaria Especial de Saúde Indígena (SESAI) do Ministério da Saúde Robson Santos da Silva, onde ficou definido a realização de ações pontuais dentro das aldeias indígenas de Aquidauana, imediatamente.

“Parabenizo o prefeito Odilon e sua equipe, que de pronto colocou mais profissionais, reforçou a saúde dentro das reservas indígenas e está obtendo êxito, com um certo controle da doença. Esperamos que nos próximos dias tenhamos um decréscimo dos casos em Aquidauana e que esse exemplo seja seguido pelos municípios vizinhos, como Miranda, Sidrolândia e Dois Irmãos do Buriti”.

Governo federal

A Secretaria de Estado de Saúde (SES) também sediou reunião, na manhã de quarta-feira (05), que contou com a presença do secretário especial de Saúde Indígena Robson Santos da Silva, onde foram discutidas ações para combater o avanço do coronavírus nas aldeias de Aquidauana, beneficiando quase oito mil indígenas até sábado (08).

Na oportunidade, por solicitação do secretário Geraldo Resende, ficou acertada a extensão do mesmo trabalho da Secretaria Especial de Saúde Indígena (SESAI), do Ministério da Saúde, para os indígenas de Miranda, Sidrolândia e Dois Irmãos do Buriti.

Entre outras medidas, o governo federal está enviando suprimentos médicos do Ministério da Saúde e uma equipe de profissionais de saúde das Forças Armadas para reforçar o atendimento realizado pelo Distrito em aldeias de abrangência do Polo Base Aquidauana.

O auxílio é composto de quatro toneladas de medicamentos, testes rápidos, Equipamentos de Proteção Individual (EPI), oxímetros e termômetros digitais e álcool em gel para atendimento na missão e suprimento do DSEI. Destes, uma tonelada de suprimentos foi enviada pela Cruz Vermelha Brasileira (CVB) para apoio às ações de saúde em áreas indígenas.

A ação conta também com o apoio do Ministério da Defesa, com suporte logístico e 15 profissionais de saúde, entre eles médicos, enfermeiros e técnicos de enfermagem, para reforçar as ações das Equipes Multidisciplinares de Saúde Indígena (EMSI).

Ricardo Minella/SES, com informações da SESAI/Ministério da Saúde

Banner Whatsapp Desktop
GAL COSTA

Últimas Notícias

ver todas as notícias

Enquete

Você apoia o retorno do ensino presencial em escolas públicas ainda no ano de 2020?

Votar
Resultados
SANESUL DIA DA ARVORE
pmcg ms
TJ MS