03 de março de 2021 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
Agronegócio

Fiems destaca apoio da indústria ao setor sucroenergético

27 fevereiro 2014 - 15h08
Autoridades do agronegócio
Autoridades do agronegócio - Divulgação
Durante a cerimônia de lançamento do 2º Congresso do Setor Sucroenergético do Brasil Central (CanaCentro) nesta quinta-feira, na sede da Famasul, o diretor-corporativo da Federação das Indústrias de Mato Grosso do Sul (Fiems), Jaime Verruck, reforçou que atualmente o setor sucroenergético é um dos que mais demanda qualificação profissional dentro da indústria. "É um segmento extremamente importante, tanto sob o ponto de vista de plantas industriais, como do ponto de vista de geração de empregos, assim como a qualificação. Nesse sentido, o Senai tem atuado para atender as demandas da indústria", declarou.
 
Ele ressaltou que a ideia do CanaCentro é discutir, principalmente, o futuro do setor nos seus mais diversos aspectos no que diz respeito à questão tecnológica. "É um grande momento de avaliar o setor e verificar quais serão os caminhos que irá percorrer no estado de Mato Grosso do Sul, por isso a necessidade de estarmos presentes e apoiando o evento", afirmou.
 
Importância
 
Já o presidente da Biosul, Roberto Hollanda, informou que o mercado de etanol registrou um crescimento de 185% e o setor possui um cenário evidente de potencial para expandir no Estado, trazendo mais desenvolvimento para MS. "Esse encontro reflete a sintonia dessa parceria entre indústria e agricultura. Só temos a ganhar com esse trabalho conjunto, além de mostrar nossos anseios, também vamos discutir a atração de novas unidades", afirmou.
 
O presidente da Famasul, Eduardo Riedel, destacou que ao reunir em um ambiente institucional o poder público e o poder privado cumpre-se o papel de ajudar a promover uma base sólida de conhecimento. "Por meio desse pensar junto, nós conseguimos construir para crescer, trazendo o sendo de realidade para discussões práticas e objetivas", disse, completando que a parceria com a Fiems é importante para manter o crescimento do setor sucroenergético estadual.
 
A secretária estadual de Desenvolvimento Agrário, da Produção, da Indústria, do Comércio e do Turismo, Tereza Cristina Corrêa da Costa Dias, contou que, após uma forte expansão e o atual período de retração, o setor começa a dar indícios de recuperação neste ano. "Três grupos já procuraram o governo e mostraram interesse em construir novas usinas, além de grupos interessados em ampliar a capacidade das usinas", disse.
Banner Whatsapp Desktop

Deixe seu Comentário

Veja Também

Mais Lidas

Banner TCE