30 de setembro de 2020 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
JBS - Covid 19
AGROPECUÁRIA

Embalagens vazias de defensivos agrícolas têm destino adequado em Mato Grosso do Sul

Destinação no estado cresceu 19% em relação a 2014.

3 fevereiro 2016 - 15h44DA REDAÇÃO

O Sistema Campo Limpo (logística reversa de embalagens vazias de agrotóxicos) destinou de forma ambientalmente correta 3.498 toneladas de embalagens vazias de defensivos agrícolas em Mato Grosso do Sul em 2015. O número indica um crescimento de 19% em relação ao ano anterior. Segundo análise do inpEV (Instituto Nacional de Processamento de Embalagens Vazias), 45.536 toneladas foram destinadas em todo o Brasil no período. O estado de Mato Grosso do Sul foi responsável por 8% desse montante.

Comparativo de embalagens destinadas – Jan. a Dez. de 2014 x 2015

“A abertura de novas áreas de plantação de soja em algumas regiões do estado contribuiu para o aumento da quantidade de embalagens destinadas”, diz Hamilton Rondon Flandoli, coordenador regional de Operações do inpEV no AC e em MS. Segundo ele, o crescimento das ações de recebimento itinerante, com o apoio da Iagro (Agência Estadual de Defesa Sanitária Animal e Vegetal), também contribuíram significativamente para o resultado.

O instituto bateu a meta estabelecida para 2015, de dar o destino ambientalmente correto a 45.500 toneladas de embalagens vazias de defensivos agrícolas. Desde o início das operações do Sistema Campo Limpo, em 2002, já foram destinadas mais de 360 mil toneladas do material. Para João Cesar M. Rando, diretor-presidente do inpEV, “os resultados mostram que o Sistema tem conseguido atender à crescente demanda da agricultura brasileira”.

 

Banner Whatsapp Desktop
FORT ATACADISTA - Carne Fresca (interno)

Últimas Notícias

ver todas as notícias

Enquete

Você já sabe em quem votar para prefeito de seu município?

Votar
Resultados
TJ MS INTERNO
TJ MS
pmcg ms