19 de setembro de 2020 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
 Águas Guariroba - [ Campanha Águas em Ação 3] - Full Banners
EDUCAÇÃO

Prefeito Marquinhos Trad e secretária da Educação lançam Festivais Esportivos da Reme

3 junho 2017 - 13h54
foto8
foto8
O FLOR DA MATA - NOTICIAS

Incentivar a prática de uma vida saudável através do esporte e a integração entre alunos e famílias. Com esse foco foram lançados neste sábado (3), pela Prefeitura de Campo Grande, por meio da Secretaria Municipal de Educação – Semed, o Festival e o Parafestival Esportivo da Rede Municipal de Educação, organizado pela Deac (Divisão de Esporte, Arte e Cultura) da Semed.

A abertura do evento aconteceu no Centro Olímpico Professor Ruy Jorge da Cunha, na Vila Nasser, e contou com a presença do prefeito Marquinhos Trad e da secretária municipal de Educação, Ilza Mateus.

Pelos menos 300 alunos da Rede Municipal disputaram provas de atletismo nas modalidades corrida e caminhada de 50 e 100 metros, salto em distância, arremesso de peso, lançamento de club (peça de madeira semelhante a um bastão), arremesso de pelota e lançamento de spundisc (disco de material emborrachado).

Ao todo, os festivais estão reunindo 70 escolas e dois mil alunos. As provas acontecem até o dia 1º de julho em diversas escolas, entidades e parques da Capital. Outras modalidades como xadrez, damas, tênis de mesa, handebol, voleibol, parabadminton, lutas, futsal, basquete e polybat (tênis de mesa adaptado praticado por paratletas), também fazem parte dos festivais. Algumas modalidades, como vôlei e basquete serão praticadas em quadras reduzidas para atender a idade das crianças.

O prefeito Marquinhos Trad disse que um dos compromissos de sua gestão é levar a população aos espaços públicos, promovendo uma integração entre as famílias. “É importante trazer as pessoas para esses ambientes, principalmente porque nos finais de semana as escolas fecham e as crianças precisam de espaços para recreação”, ressaltou.

Para a secretária Ilza Mateus, um dos principais méritos dos festivais é unir pais e alunos nos eventos, promovendo também a integração com a escola. “Esses eventos fortalecem os vínculos familiares. É importante acompanhar o desenvolvimento dos filhos porque quando eles fazem uma apresentação, eles buscam o olhar de apoio dos pais na plateia”, destacou.

A secretária também lembrou que a prática esportiva contribui na formação educacional do aluno. “As competições ajudam na formação dos nossos alunos, que desenvolvema socialização e a capacidade de liderança”, enfatizou.

O chefe da Deac, Wilson Lands ressaltou que o apoio da Semed na realização dos eventos fortalece o trabalho dos profissionais que atuam nas escolas. “Nossa equipe vem obtendo ótimos resultados e mantendo um trabalho de qualidade graças ao empenho e comprometimento da nossa gestão que reconhece a importância do esporte na inclusão social”, frisou.

Satisfação

O empenho da equipe da Semed em garantir um atendimento de qualidade é reconhecido pelos pais e alunos que praticam as modalidades esportivas que integram o projeto Esporte Escolar: uma oportunidade sem limites, que atende crianças de sete a dez anos.

É o caso do vigilante Ailton Gonçalves Santana, pai do alunoAlexsander Pereira Santana, 14 anos, que tem paralisia cerebral.Apesar de estudar há quatro anos na Reme, Alexsander iniciou a prática do polybat e arremesso de pelota apenas há dois anos. Segundo o pai, o empenho e dedicação dos profissionais da Rede que atuam com o esporte adaptado foram fundamentais em sua decisão.

“Observei o trabalho deles e decidi seguir o conselho da professora do Alexsander. Senti que ele melhorou muito os movimentos e também no relacionamento com os colegas”, disse.

A prática de lançamento de spundisc e club também só levou benefícios a aluna Milaine Araújo, 12, estudante da escola municipal “Professora Oneida Ramos”. A paixão pelo esporte veio assistindo as Paralímpiadas e toda sua dedicação já lhe renderam alta da fisioterapia. “As aulas esportivas fortaleceram muito meus movimentos. Quero continuar praticando sempre”, afirmou.

Novatas no esporte, as amigas Maria Fernanda Rodrigues e Emanuelle Gonçalves, de 11 anos, estudantes da escola municipal KaméAdania praticam atletismo há apenas dois meses, mas já foi o suficiente para se apaixonarem pelo esporte, além de aumentarem o círculo de amizades. “Fiz mais amigos depois que comecei as aulas”, revelou Emanuelle. Já Maria Fernanda começou as aulas pensando na saúde. “Estou gostando porque ajuda a reduzir peso. É a primeira vez que estou competindo e quero participar mais”, pontuou.

Banner Whatsapp Desktop
SANESUL DIA DA ARVORE

Últimas Notícias

ver todas as notícias

Enquete

Considerando a pandemia do novo coronavírus, você acha que o TSE deveria ter editado resolução e tornado o voto não obrigatório este ano?

Votar
Resultados
FORT ATACADISTA - Carne Fresca (interno)
pmcg ms
TJ MS