20 de setembro de 2020 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
 Águas Guariroba - [ Campanha Águas em Ação 3] - Full Banners
MEIO AMBIENTE

Policiais apreendem 1 tonelada de pescado e 303 kg de maconha em Operação na Bacia do Paraná

4 junho 2017 - 12h09

 

Campo Grande (MS) – Cerca de 1 tonelada de pescado irregular, 303 kg de maconha, armas de fogo e petrechos de pesca foram apreendidos nos três primeiros dias da “Operação Pesca Legal”, ação integrada realizada pelo governo do Estado na região da Bacia do Paraná com o objetivo de reprimir a pesca predatória e o comércio irregular de pescado capturado de forma ilegal. A operação, que iniciou-se em 1º de junho e termina hoje (4), intensificou o esquema de fiscalização em rios e rodovias da região, contando com equipes fluviais, terrestres e aérea.

Foram percorridos 11 rios da Bacia do Paraná, sendo vistoriados 157 embarcações e 72 ranchos de pesca. Por terra, foram realizadas barreiras em seis rodovias estaduais e em duas federais, com 654 veículos vistoriados. Doze peixarias foram vistoriadas; onze pessoas conduzidas à delegacia. Os militares emitiram ainda R$ 20.140,00 em multas e apreenderam diversos petrechos de pesca, armas de fogo, munição, um veículo e 303 kg de maconha.

A operação foi realizada sob o comando da Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar (Semagro) em conjunto com Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul (Imasul), Secretaria de Fazenda (Sefaz), Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp), por meio da Polícia Militar, seu Grupamento Aéreo e 15º Batalhão de Polícia Militar Ambiental (15ºBPMA) e a Marinha do Brasil (MB).

“Vínhamos recebendo denúncias recorrentes de irregularidades nessa região e resolvemos intensificar as ações de fiscalização na Bacia do Paraná. Organizamos a operação, por meio da Assessoria Policial Militar da Semagro. Mobilizamos a PMA, o grupamento aéreo da PM e contamos com o apoio da Marinha, que se integrou à ação”, informou o secretário de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar, Jaime Verruck.

De acordo com o secretário, “alguns estabelecimentos estariam fraudando seus estoques de pescado, provocando prejuízos ao meio ambiente e ao fisco estadual. Também vistoriamos pousadas flutuantes nessa região para verificar a questão da emissão de resíduos nos rios. Por esse motivo, toda a ação policial foi acompanhada pelos fiscais do Imasul e da Sefaz. Todas as irregularidades encontradas receberão o devido encaminhamento no âmbito fiscal e do meio ambiente”, lembrou Jaime Verruck.

O Assessor Policial Militar da Semagro, Tenente Coronel Renato dos Anjos Garnes, destacou a importância o trabalho integrado da PM, por meio de seu Grupamento Aéreo e P MA. “A integração foi fundamental para a eficácia da Operação”, afirmou.

A Operação Pesca Legal continua até o final deste domingo (4).

Confira abaixo a estatística dos três primeiros dias de operação:

 

  • Rios fiscalizados: Rio Dourados, Rio Iguatemi, Rio pardo, Rio Brilhante, Rio Aporé, Rio Paraná, Rio Vacaria, Rio Ivinhema; Rio Paranaíba, Rio Paraná, Rio Baia
  • Barreiras em rodovias: MS 276, 145, 157, 164, 274, 457 e BR 163, BR 267,
  • Estabelecimentos comerciais vistoriados (peixarias): 12
  • Pessoas multadas: 11 – R$ 20.140,00
  • Pessoas conduzidas à delegacia: 05
  • Veículos vistoriados: 654
  • Embarcações vistoriadas: 157
  • Rancho de pesca vistoriados: 72

 

Materiais recolhidos:

  • Pescado apreendido: 1.039 kg
  • Rede de pesca: 47
  • Varas com molinetes: 10
  • Covo: 07
  • Anzóis de galho: 274
  • Arma de fogo: 06
  • Munições: 29
  • Veículo apreendido: 01
  • Maconha: 303 kg

Marcelo Armôa – Assessoria de Comunicação da Semagro

Banner Whatsapp Desktop
TJ MS INTERNO

Últimas Notícias

ver todas as notícias

Enquete

Você apoia o retorno do ensino presencial em escolas públicas ainda no ano de 2020?

Votar
Resultados
GAL COSTA
pmcg ms
TJ MS