20 de outubro de 2020 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
al outubro2
EDUCAÇÃO E CIÊNCIA

Pesquisa científica contribui com a qualidade da educação básica no MS

A intenção é impulsionar as pesquisas na área das Ciências Humanas (19), mas Ciências Biológicas (1), Ciências da Saúde (1), Ciências Exatas e da Terra (3), e Linguística, Letras e Artes (1) também estão representadas entre os aprovados.

24 janeiro 2016 - 12h25DA REDAÇÃO
Divulgação
Fort  Atacadista - 21 ANOS

Fomentar a produção acadêmica e apoiar o desenvolvimento de projetos com foco na gestão da política pública e na formação de professores da educação básica são os objetivos do Programa Educa – Ciência e Educação Básica, promovido pela Fundect. “A contribuição visa à melhoria dos indicadores do desenvolvimento educacional dos municípios de Mato Grosso do Sul”, afirma Marcelo Turine, diretor-presidente da fundação.

Esta Chamada tem por objetivo apoiar projetos de pesquisa científica, tecnológica e de inovação em parceria com as escolas públicas de educação básica do Estado. Os professores que desenvolvem pesquisas na área inscrevem seus trabalhos em edital, participando assim da seleção pública.

O último edital foi lançado em maio de 2015 e recebeu inscrições até julho do mesmo ano. Das 43 propostas recebidas, 25 foram aprovadas. O município que possui maior número de projetos aprovados é Dourados, com um total de 12. Da capital foram selecionadas dez propostas, de Aquidauana duas e uma de Três Lagoas.

A intenção é impulsionar as pesquisas na área das Ciências Humanas (19), mas Ciências Biológicas (1), Ciências da Saúde (1), Ciências Exatas e da Terra (3), e Linguística, Letras e Artes (1) também estão representadas entre os aprovados.

O total de recursos destinados para esta Chamada é de R$ 800 mil provenientes do Tesouro do Estado de Mato Grosso do Sul. O recurso será liberado no primeiro semestre deste ano.

Banner Whatsapp Desktop
ALMS
Annelies