20 de outubro de 2020 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
al outubro2
EDUCAÇÃO

IBGE: 7,2 mi de estudantes não tiveram atividade escolar na 4ª semana de agosto

O resultado representa cerca de um milhão de pessoas a mais em distanciamento social em apenas uma semana

18 setembro 2020 - 09h06
Outros 5 milhões disseram que não adotaram qualquer tipo de restrição de contato na quarta semana de agosto, 500 mil pessoas a mais nessa condição que na semana anterior.
Outros 5 milhões disseram que não adotaram qualquer tipo de restrição de contato na quarta semana de agosto, 500 mil pessoas a mais nessa condição que na semana anterior. - (oto: Divulgação/ Seduc-Am)
Fort  Atacadista - 21 ANOS

Na quarta semana de agosto, o Brasil tinha cerca de 45,6 milhões de estudantes que frequentavam escolas ou universidades, mas 7,2 milhões deles (15,8% do total) não tiveram atividades escolares. O resultado representa uma ligeira melhora em relação à semana anterior, quando 7,3 milhões de estudantes (15,9%) não tiveram atividades educacionais.

Entre os 37,4 milhões de estudantes que tiveram atividades escolares na quarta semana de agosto, 24,8 milhões (66,3% deles) tiveram atividades em cinco dias da semana.

A Pnad Covid-19 mostrou ainda que aproximadamente 88,6 milhões de pessoas ficaram em casa e só saíram por necessidade básica na quarta semana de agosto, o equivalente a 41,9% da população. O resultado representa cerca de um milhão de pessoas a mais em distanciamento social em apenas uma semana.

Por outro lado, a parcela da população que ficou rigorosamente isolada somou 38,9 milhões na quarta semana de agosto, 2,7 milhões de pessoas a menos em isolamento social em apenas uma semana.

Outros 5 milhões disseram que não adotaram qualquer tipo de restrição de contato na quarta semana de agosto, 500 mil pessoas a mais nessa condição que na semana anterior.

Uma fatia de 77,1 milhões de pessoas declarou ter reduzido o contato social, mas continuaram saindo de casa ou recebendo visitas, 700 mil a mais que na semana anterior.

Na semana de 23 a 29 de agosto, 11,3 milhões de pessoas, o equivalente a 5,3% da população brasileira, apresentavam pelo menos um dos 12 sintomas associados à síndrome gripal investigados pela pesquisa: febre, tosse, dor de garganta, dificuldade para respirar, dor de cabeça, dor no peito, náusea, nariz entupido ou escorrendo, fadiga, dor nos olhos, perda de olfato ou paladar e dor muscular.

Cerca de 2,6 milhões de pessoas procuraram estabelecimento de saúde em busca de atendimento. Entre os que procuraram atendimento em hospital, 121 mil (15,2%) foram internados.

Banner Whatsapp Desktop
ALMS
AL MS