20 de setembro de 2020 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
JBS - Covid 19
EDUCAÇÃO

Escola realiza evento com ações sociais para família

27 maio 2017 - 13h10

A manhã deste sábado (27) foi de diversão e muita informação para os pais e alunos da escola municipal Vanderlei Rosa de Oliveira, no bairro Jardim Maranhão, que realizou o evento “Família na Escola”, com a participação de cerca de mil pessoas da comunidade escolar.

O evento contou com a presença do prefeito Marquinhos Trad, da secretária municipal de Educação, Ilza Mateus, da secretária-adjunta, Elza Fernandes Ortelhado, além da equipe da Secretaria Municipal de Educação (Semed) e servidores de diversos órgãos da prefeitura, parceiros nas atividades desenvolvidas, que abrangeram desde palestras educativas sobre trânsito, ministradas por profissionais da Agetran até a oferta de vagas para o mercado de trabalho, disponibilizadas pela Funsat.

A Divisão de Arte, Esporte, Arte e Cultura da Semed levou professores que desenvolveram atividades recreativas e jogos para os 1.573 alunos da escola, que atende desde a Educação Infantil até a EJA (Educação de Jovens e Adultos).

As atividades começaram logo cedo e terminaram às 11 horas, com a inauguração da Sala de Estudos pelo prefeito Marquinhos Trad e pela secretária de Educação Ilza Mateus. Equipada com materiais didáticos, pedagógicos e computadores para pesquisas e jogos, a sala é mais um espaço para incrementar a aprendizagem dos alunos.

O prefeito e a secretária também visitaram as 16 salas com serviços e atividades recreativas, oferecidos pelos sete parceiros do evento. Um dos espaços mais visitados foi o do projeto Florestinha, da Polícia Militar Ambiental, que busca a conscientização das crianças quanto à importância da preservação e respeito ao meio ambiente

A busca por vagas de emprego, plastificação de documentos e segunda via de contas de consumo também atraíram a comunidade. Aproveitando o Maio Amarelo, técnicos da Agetran levaram o Clube do Setinha e ministraram palestras de orientação e segurança no trânsito.

A diversão foi garantida pelos técnicos da DEAC, que levaram para a quadra da escola, jogos e brincadeiras. Não faltaram também orientações sobre saúde e combate ao mosquito da dengue, promovidas pela Unidade Básica de Saúde do bairro Nova Bahia.

Já a Secretaria de Assistência Social realizou o cadastro do número de identificação social, que em breve vai substituir o documento de identidade. Também foram realizadas oficinas de jogos matemáticos, pintura facial e construção de brinquedos com sucatas, onde os pais podiam participar das atividades junto dos filhos.

Após as apresentações culturais, Marquinhos Trad e a secretária Ilza Mateus, ao lado da secretária-adjunta, Elza Ortelhado, realizaram a entrega simbólica dos kits de uniforme e de material escolar.

A diretora Lucilene Fernanandes de Oliveira explicou que o evento foi o início das comemorações dos 20 anos da escola, que acontece em 2018. Ela conta que o professor Vanderlei Rosa foi um profissional muito ativo na comunidade, por isso a escola decidiu homenageá-lo com uma série de eventos que irão mobilizar a comunidade escolar.

“Temos uma comunidade muito participativa e todos estão unidos nesses eventos. Sempre realizamos ações para trazer a família para a escola”, afirmou Lucilene.

Comunhão

O prefeito Marquinhos Trad ressaltou a importância do convívio familiar e a necessidade de fortalecer o relacionamento entre pais e filhos. “Ensinem o respeito a seus filhos, pois eles serão o fruto do que aprenderem com vocês pais”, ressaltou.

A secretária Ilza Mateus elogiou a parceria com as entidades e pontuou que um dos papéis da escola é acolher a família no âmbito escolar para trocar experiências e ouvir suas necessidades.

“A educação não se faz sozinha. Precisa da parceria entre comunidade, pais e escola para dar certo. Ações importantes como essa demonstram o carinho que os profissionais da Educação têm com a comunidade escolar”, pontuou Ilza.

O respeito destacado pela secretária foi lembrado pela aluna da EJA Jesuína Cavalcante, que aos 66 anos decidiu começar a vida escolar. Há três meses no curso, ela comemora o fato de conseguir escrever sozinha seu nome e já arrisca as primeiras leituras.

“Me sinto muito bem aqui, já tenho novos amigos e participo de todos os projetos”, contou. Ela e seus colegas fizeram sucesso no evento mostrando a fabricação caseira de sabão, receita aprendida no laboratório de Ciências.

A dona de casa Juliana de Moura Hagiki, mãe dos alunos Gabriel, Isabele e Andreza que estudam no pré, 3º e 7º ano do Ensino Fundamental, disse que sempre busca participar das atividades escolares. “Quero acompanhar os estudos e sempre incentivar a busca do conhecimento deles”, afirmou.

Para as crianças, o projeto Florestinha foi uma das estrelas do evento. “Nunca tinha visto os animais empalhados. Acho importante mostrar para as crianças respeitarem a natureza”, concluiu a pequena Pietra Higa, de 9 anos.

Banner Whatsapp Desktop
FORT ATACADISTA - Carne Fresca (interno)

Últimas Notícias

ver todas as notícias

Enquete

Você apoia o retorno do ensino presencial em escolas públicas ainda no ano de 2020?

Votar
Resultados
GAL COSTA
pmcg ms
TJ MS