20 de setembro de 2020 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
JBS - Covid 19
SAÚDE

SP avança em plano de retomada e 86% da população está na fase amarela

Na fase amarela, as regiões podem reabrir bares, restaurantes e salões de beleza com 40% da capacidade, além de academias com 30% de vagas e expediente limitado a seis horas por dia

7 agosto 2020 - 13h05
João Doria (PSDB), Governador de São Paulo
João Doria (PSDB), Governador de São Paulo - (Foto: Governo do Estado de São Paulo)
O FLOR DA MATA - NOTICIAS

Nove regiões do estado de São Paulo evoluíram seus indicadores relacionados à pandemia do novo coronavírus e estão agora na Fase 3 – Amarela do Plano São Paulo. Com essa mudança, anunciada hoje (7), o estado paulista tem agora 86,1% de seu território nessa fase amarela do Plano.

Na fase amarela, as regiões podem reabrir bares, restaurantes e salões de beleza com 40% da capacidade, além de academias com 30% de vagas e expediente limitado a seis horas por dia.

Entre as regiões que passaram para a fase amarela estão Piracicaba e Ribeirão Preto, que estavam na Fase 1 - Vermelha na classificação anterior. Além delas, passaram para a fase amarela as regiões de Araçatuba, Bauru, Campinas, Taubaté, São João da Boa Vista, Sorocaba e Marília, que estavam na Fase 2 - Laranja. Além delas, se mantiveram na fase amarela as regiões da capital paulista, Baixada Santista, Araraquara e as sub-regiões leste, sudoeste e sudeste da região metropolitana.

Agora, apenas duas regiões do estado permanecem na Fase 1 - Vermelha, de alerta máximo, onde terão que manter a quarentena e só poderão abrir serviços considerados essenciais como de logística, segurança, saúde e abastecimento. São elas: Franca e Registro. 

Três regiões e duas sub-regiões metropolitanas do território paulista estão na Fase 2 – Laranja, que permite o funcionamento com 20% da capacidade de público em escritórios em geral, imobiliárias, comércio de rua, shoppings e concessionárias. Essa abertura pode ser feita pelo período de quatro horas diárias, todos os dias; ou por seis horas, desde que abra apenas por quatro dias na semana.

As regiões na fase laranja são Barretos, Presidente Prudente e São José do Rio Preto, que já estavam nessa situação, além das sub-regiões norte e oeste. O bloco norte compreende as cidades de Caieiras, Cajamar, Francisco Morato, Franco da Rocha e Mairiporã. Já o bloco oeste compreende as cidades de Barueri, Carapicuíba, Itapevi, Jandira, Osasco, Pirapora do Bom Jesus e Santana de Parnaíba. A sub-região oeste foi a única que regrediu nessa nova atualização do Plano São Paulo, passando da fase amarela para a laranja.

O governo paulista atualiza o Plano São Paulo a cada 15 dias [a última atualização ocorreu na sexta-feira passada, 24 de julho], observando os dados obtidos em uma semana na comparação com a semana anterior. Caso seja registrado uma grande piora nos dados, o plano é atualizado a qualquer momento.

O Plano São Paulo é dividido em cinco fases que vão do nível máximo de restrição de atividades não essenciais (vermelho) a etapas identificadas como controle (laranja), flexibilização (amarelo), abertura parcial (verde) e normal controlado (azul). O Plano São Paulo também é regionalizado, ou seja, o estado foi dividido em 17 regiões [com a região metropolitana dividida em cinco sub-regiões] e cada uma delas é classificada em uma fase.

Apesar dessa retomada, o governador de São Paulo, João Doria, anunciou hoje (7) a prorrogação da quarentena no estado até o dia 23 de agosto.

Banner Whatsapp Desktop
TJ MS INTERNO

Últimas Notícias

ver todas as notícias

Enquete

Você apoia o retorno do ensino presencial em escolas públicas ainda no ano de 2020?

Votar
Resultados
SANESUL DIA DA ARVORE
TJ MS
pmcg ms