28 de setembro de 2020 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
sebrae revolution2
SAÚDE

Governo assina cooperação com projeto para tratamento de tuberculose em instituições penais

26 maio 2017 - 08h17

Campo Grande (MS) – O Governo do Estado participa nesta sexta-feira (26.5) da abertura oficial do Seminário de Pesquisa em Tuberculose em Pessoas Privadas de Liberdade. O evento acontece às 8h, no auditório da Governadoria. O debate sobre políticas públicas em saúde para o tratamento da tuberculose na população privada de liberdade será tema nos dias 26, 27 e 28 de maio. Durante os três dias pesquisadores nacionais, internacionais, gestores estaduais e municipais apresentarão propostas e debaterão projetos direcionados para a erradicação da tuberculose na população privada de liberdade.

Na abertura do seminário, o governador Reinaldo Azambuja assinará o Termo Aditivo de Cooperação, disponibilizando 4 mil laudos para radiografias para o projeto, fará a entrega de um baú blindado para a realização de exames de raio-x para diagnósticos de tuberculose, além da assinatura que sancionará o projeto de lei que terá o dia 25 de março como o Dia D de Combate à Tuberculose no Sistema Prisional.

As assinaturas são direcionadas a uma das pesquisas de destaques que será debatida e apresentada durante o seminário, coordenado pelo professor e médico infectologista Julio Henrique Croda da Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD) e Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) que monta uma ação de saúde para tratar a tuberculose dentro de presídios. Desde julho de 2016 as Secretarias de Estado de Saúde (SES), de Justiça e Segurança Pública (Sejusp) e Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário (Agepen) firmaram uma parceria com o projeto para intensificar as ações no combate a epidemia de tuberculose.

De acordo com o professor Julio Croda, o projeto tem uma proposta inovadora podendo ser referência para as ações contra a tuberculose em nível nacional. “Iniciamos um extenso estudo sobre a situação da tuberculose nos estabelecimentos penais e o impacto da sua transmissão para a comunidade. Com base nisso publicamos artigos científicos que detalham a situação da tuberculose nas penitenciárias e a partir disso conseguimos a parceria de várias instituições. O objetivo é levar até estas instituições uma estrutura efetiva para exames e com profissionais, sendo o primeiro estado a colocar em prática uma proposta deste tamanho, servindo de modelo para outros estados”, disse o professor.

O evento tem o apoio do Governo do Estado, por meio das Secretarias de Estado de Saúde (SES), de Justiça e Segurança Pública (Sejusp) e da Agepen, além da participação de instituições como: Ministério da Saúde, UFGD, Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS), Fiocruz, Sociedade Brasileira de Medicina Tropical, Universidade de Yale (EUA), Universidade de Stanford (EUA) e Universidade Nacional de Caaguazu (Paraguai).

Jefferson Gonçalves – Secretaria de Estado de Saúde (SES)

Foto: Divulgação

Banner Whatsapp Desktop
GAL COSTA

Últimas Notícias

ver todas as notícias

Enquete

Você já sabe em quem votar para prefeito de seu município?

Votar
Resultados
TJ MS INTERNO
TJ MS
pmcg ms