04 de março de 2021 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
CONGRESSO NACIONAL

Parecer de processo contra Eduardo Cunha começa a ser lido no Conselho de Ética

Presidente do Conselho de Ética e Decoro Parlamentar, José Carlos Araújo (PR-BA) se encontrou hoje com o procurador-geral da República, Rodrigo Janot

1 junho 2016 - 15h54Da redação
O deputado Marcos Rogério (DEM-RO) faz, neste momento, no Conselho de Ética da Câmara, a leitura de seu relatório no processo em que o presidente afastado da Casa, Eduardo Cunha (PMDB-RJ) é acusado de quebra do decoro parlamentar
O deputado Marcos Rogério (DEM-RO) faz, neste momento, no Conselho de Ética da Câmara, a leitura de seu relatório no processo em que o presidente afastado da Casa, Eduardo Cunha (PMDB-RJ) é acusado de quebra do decoro parlamentar - Reprodução Agência Brasil

O deputado Marcos Rogério (DEM-RO) faz, neste momento, no Conselho de Ética da Câmara, a leitura de seu relatório no processo em que o presidente afastado da Casa, Eduardo Cunha (PMDB-RJ) é acusado de quebra do decoro parlamentar.

Antes de a reunião começar, o presidente do Conselho de Ética e Decoro Parlamentar, José Carlos Araújo (PR-BA), informou que se encontrou na manhã de hoje (1º) com o procurador-geral da República, Rodrigo Janot.

Araújo disse que manifestou preocupação com o fato de Cunha, mesmo afastado, estar agindo na Casa "em benefício próprio”. “Questionei a ele [Janot] tudo aquilo que eu considero manobra feita pelo deputado Eduardo Cunha, e o procurador ouviu pacientemente. Até brinquei e disse: 'só tenho o senhor e o Papa para questionar'”, afirmou Araújo.

O presidente do conselho referia-se a uma consulta encaminhada pelo presidente em exercício da Câmara, Waldir Maranhão (PP-MA) à Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) a respeito dos ritos dos processos de cassação de deputados federais.

Banner Whatsapp Desktop
Banner TCE