20 de outubro de 2020 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
al outubro2
LITERATURA

Livros sobre Irmã Dulce, Milton Nascimento e Paulo Simões no Ler é Viver

Após a exibição, o programa estará disponível no YouTube da Casa de Leis

18 setembro 2020 - 15h00João Grilo
Programa Ler é Viver é transmitido pela TV Assembleia
Programa Ler é Viver é transmitido pela TV Assembleia - (Foto: TV ALEMS)
Fort  Atacadista - 21 ANOS

Irmã Dulce, Milton Nascimento, Paulo Simões e a biografia de um jovem que quando bebê foi abandonado  num bar em Campo Grande, morou no Japão, foi traficante em Bali, vendedor no Beco das Garrafas até se tornar assessor de imprensa de um renomado cantor da MPB recheiam o bate-papo entre os jornalistas João Humberto, Graciliano Rocha e Danilo Japa Nuha na edição do Ler é Viver, que vai ao ar neste domingo (20), às 12h, na TV ALEMS. Após a exibição, o programa estará disponível no YouTube da Casa de Leis. 

Formado em jornalismo pela Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS) e com passagens por diversos veículos de comunicação de Mato Grosso do Sul, pela Folha de S. Paulo e BuzzFeed, o jornalista Graciliano Rocha é autor do livro ‘Irmã Dulce, a santa dos pobres’, publicado no segundo semestre do ano passado pela Editora Planeta e já chegou à sua quarta edição. A obra é uma biografia de Irmã Dulce, a primeira brasileira a ser declarada santa pelo Vaticano, e resultou de oito anos de pesquisa, com consultas em documentos pelo Brasil, Estados Unidos, Itália e Vaticano. 

Entre os mais de 100 entrevistados estão familiares da freira e importantes representantes dos meios católico, político e empresarial, como o ex-presidente José Sarney, o banqueiro Angelo Calmon Sá e o empreiteiro Norberto Odebrecht (1920-2014), este último amigo próximo da freira por mais de 50 anos.

A obra também examina o perfil político de Irmã Dulce ao abordar a relação da religiosa com o poderoso Antonio Carlos Magalhães e praticamente todos os presidentes da República desde Eurico Gaspar Dutra (1946-1950). De João Baptista Figueiredo (1979-1985), último presidente do regime militar, arrancou risadas e dinheiro para ampliar sua obra. Nenhum político foi tão próximo dela quanto o presidente José Sarney. Ela era uma das poucas pessoas que tinha o número de telefone que ficava na mesa do presidente no Palácio do Planalto. 

O livro também apresenta detalhes e revelações sobre os dois milagres atribuídos à intervenção de Irmã Dulce e que foram reconhecidos pelo Vaticano e levaram os papas Bento XVI a declará-la beata, em 2010, e Francisco a torná-la santa, em 2019.

Nada Consta

Já o jornalista Danilo Japa Nuha se formou em jornalismo pela Uniderp no ano de 2005 e em 2017 lançou seus livros ‘Nada Consta’, pela Geração Editorial, ‘Milton Nascimento: letras, histórias e canções’, pela Master Books, e ‘Sonhos Guaranis, a poesia de Paulo Simões’, este último organizado por ele e lançado pela Editora UFMS. O primeiro é um romance autobiográfico inspirado na vida do escritor, que quando bebê foi abandonado num boteco de um casal de japoneses em Campo Grande. 

De jornaleiro e balconista de botequim no Mato Grosso do Sul a operário de fábrica e aspirante a bandido no Japão aos 16 anos; contrabandista em Bali; jornalista em Tokyo aos 25 e, finalmente, de volta ao Brasil, Danilo viveu encontros surpreendentes junto a grandes artistas, como Milton Nascimento, João Donato, Paulo Moura, Roberto Carlos, Emílio Santiago, Criolo, Racionais MC´s, Hermeto Pascoal, Banksy, Almir Sater, entre outros. Tudo isso comprovado por fotos e depoimentos. 

Contratado em 2010 para ser assessor de imprensa de Milton Nascimento, Danilo via a necessidade de uma publicação que mostrasse a faceta do músico letrista, por meio das histórias e análises de suas mais de 80 composições próprias. “Acompanhando o Milton em diversos shows e reunindo todas essas letras, quis mostrar um lado mais cronista do Milton. Acho que consegui, pois o livro encontra-se esgotado”, declara Danilo.

Essa aproximação com Milton garantiu a Danilo aproximação com muitos músicos renomados nacional e internacionalmente, inclusive estreitou relações com músicos regionais de Mato Grosso do Sul, como Paulo Simões, de quem é o jornalista é muito fã. “O Paulinho tem uma obra gigantesca, que precisava ser retratada em um livro. Ele é um poeta incrível e nessa obra que tive a o privilégio de organizar junto com ele, a distância, é significativa para quem quer compreender sua poesia”. 

Ler é Viver

A literatura é uma arte que enriquece a cultura e transforma vidas, além de levar o leitor a viajar por diversos universos. Valorizar a leitura e divulgar ações que dignificam a arte literária são os principais objetivos do programa Ler é Viver.

Após a exibição do programa com Graciliano Rocha e Danilo Japa Nuha, o programa pode ser conferido na grade de programação da TV Assembleia aos domingos, às 12h; segundas às 8h e sextas às 18h. A TV Assembleia de Mato Grosso do Sul pode ser assistida no YouTube ou no site www.al.ms.gov.br/tvassembleia.

 

Banner Whatsapp Desktop
Annelies
PMCG