26 de setembro de 2020 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
PMCG
POLÍTICA

Governo tem de anunciar como será a economia com Barbosa, diz Lula

O ex-presidente afirmou que a economia do país não vai melhorar “fazendo discurso” para o mercado

20 janeiro 2016 - 18h24Da redação

O ex-presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, disse hoje (20), em entrevista a blogueiros, que o governo tem de anunciar como será a política econômica do país sob o comando do novo ministro da Fazenda, Nelson Barbosa, que assumiu o cargo em dezembro do ano passado.

“Em algum momento deste mês, o governo terá de anunciar alguma coisa na economia brasileira, inclusive para explicar à sociedade as razões da saída do ex-ministro Joaquim Levy, o que vai mudar e como vai mudar", disse Lula.

O ex-presidente afirmou que a economia do país não vai melhorar “fazendo discurso” para o mercado. Acrescentou que a presidenta da República, Dilma Rousseff, deve ter obsessão com a retomada do crescimento econômico, a geração de emprego e a redução da inflação.

“Em algum momento se acreditou que fazendo discurso para o mercado a gente iria melhorar. O quepercebemos é que não conseguimos ganhar uma pessoa do mercado. Nem o Levy, que era o representante do mercado no Ministério da Fazenda, virou governo. Nem ele.”

“Dilma tem de ter como obsessão a retomada do crescimento econômico, a geração de emprego e a redução da inflação. Não é uma tarefa fácil, mas não é uma tarefa econômica. É política. Você tem de escolher o que fazer”, afirmou.

Lula ressaltou que o governo precisar dar o exemplo, fazer investimentos públicos, além de alavancar uma política de investimentos. “Se o governo não está pondo dinheiro, por que os empresários vão pôr? Se o governo não está fazendo financiamento, por que os empresários vão fazer? O governo tem de tomar iniciativa.”

O ex-presidente minimizou ainda a alta da inflação, mas disse que o governo tem de ter cuidado para que a renda do trabalhador não seja reduzida. “Para mim, quem viveu inflação de 80% ao mês, 8% dá até para guardar dinheiro debaixo do colchão. Mas não podemos deixar a inflação avançar, porque o trabalhador perde. Quem ganha são os especuladores”.

Banner Whatsapp Desktop
TJ MS INTERNO

Últimas Notícias

ver todas as notícias

Enquete

Você já sabe em quem votar para prefeito de seu município?

Votar
Resultados
FORT ATACADISTA - Carne Fresca (interno)
TJ MS
pmcg ms