19 de janeiro de 2021 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
FACÇÃO CRIMINOSA EM PONTA PORÃ

Operação na região da fronteira para combater assassinatos deixa ao menos oito mortos

No local as equipes constataram intensa movimentação de pessoas ligadas à facção, bem como indivíduos armados

12 janeiro 2021 - 09h40Da Redação
A organização estaria envolvida em dois recentes homicídios na região de Sanga Puitã e nas proximidades da linha internacional
A organização estaria envolvida em dois recentes homicídios na região de Sanga Puitã e nas proximidades da linha internacional - (Foto: Divulgação)

Ações em torno da fronteira de Mato Grosso do Sul com o Paraguai continuam. Na noite de ontem (11), a Polícia Civil do Setor de Investigações Gerais da Delegacia de Ponta Porã e do Garras e Delegacia Especializada de Repressão a Roubos e Sequestro, identificaram uma residência localizada no bairro Julia Cardinal, próximo à Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul, que seria utilizada pelo grupo. A organização estaria envolvida em dois recentes homicídios na região de Sanga Puitã e nas proximidades da linha internacional. 

No local as equipes constataram intensa movimentação de pessoas ligadas à facção, bem como indivíduos armados. As investigações apontaram que o local servia de esconderijo para armamento de grosso calibre.

Ao entrarem, policiais e a facção trocaram tiros. Após intensa troca de tiros, oito indivíduos ligados à organização criminosa foram feridos, sendo imediatamente socorridos pelas equipes policiais ao Hospital Regional de Ponta Porã. Os oito indivíduos morreram.

No local as equipes constataram intensa movimentação de pessoas ligadas à facção, bem como indivíduos armados

Dois conseguiram fugir pelos fundos da residência, porém vieram a óbito após conflitos com equipes do Departamento de Operações de Fronteira (DOF) e do Bope.

No local foram apreendidos dois fuzis 762, duas pistolas Glock - 9mm  e dois revólveres calibre 38 utilizados pelos criminosos, além de dois veículos roubados. A perícia técnica foi acionada e o Delegado Alcides Bruno Braun se encontra presente no local acompanhando os procedimentos. Os foram corpos encaminhados ao IML para a identificação e realização de exame necroscópico.

O portal de notícias ABC Color, os bandidos mortos  tinham intenção de retornar a Pedro Juan Caballero para se vingar dos policiais paraguaios que impediram a tentativa de resgate de "Bonitão".

*Matéria atualizada às 15h para o acréscimo de informações.

Banner Whatsapp Desktop