27 de janeiro de 2021 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
senar
nota oficial

Após fiscalização do Gaeco, Prefeitura de Dourados alega que vai colaborar com investigações

A Administração Municipal reafirma que jamais deixará de contribuir com o trabalho dos órgãos fiscalizadores

30 novembro 2020 - 11h10Da Redação
Prefeitura de Dourados
Prefeitura de Dourados - (Foto: Divulgação)
MÊS DA ECONOMIA COMPER

A Prefeitura de Dourados divulgou nota informativa na manhã desta segunda-feira (30), logo após equipes do Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado) deixarem o CAM (Centro Administrativo Municipal) com documentos requisitados em cumprimento a mandado de busca e apreensão expedido pela Justiça pela operação "Ponto Britânico".

No total, estão sendo cumpridos dois mandados de busca e apreensão expedidos pelo Juízo da 1ª Vara Criminal da comarca, em medida cautelar decorrente de investigação que tem por objetivo descortinar a prática de crimes como, falsificação de documentos públicos, peculato, prevaricação e outros, em virtude de fraudes na comprovação de efetiva prestação de serviços por profissionais da saúde pública, em prejuízo ao erário.

Confira a nota da prefeitura na íntegra:

A Prefeitura Municipal de Dourados, ciente da observância aos princípios norteadores da Administração Pública, especialmente em atenção à publicidade, e diante das diligências realizadas nesta segunda-feira (30) pelo MPE (Ministério Público Estadual), nas secretarias de Saúde e de Administração, informa que já tomou e continuará tomando as medidas administrativas necessárias, sobretudo, para colaborar com as investigações e os esclarecimentos devidos.

A Administração Municipal reafirma que jamais deixará de contribuir com o trabalho dos órgãos fiscalizadores, mantendo a transparência. Assim, todos os documentos solicitados pelos agentes foram entregues nesta manhã.

Ponto britânico - O nome da operação faz alusão à forma de preenchimento das folhas de frequência que posteriormente serviriam como base para o cálculo da remuneração dos servidores públicos.

Banner Whatsapp Desktop
Senar
TJ MS