02 de março de 2021 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
Polícia

Adolescente teve sua 63ª passagem por furtar policial

5 fevereiro 2014 - 08h55
Aos 16 anos, um adolescente que vive em Aquidauana já cometeu 63 atos infracionais, segundo a Polícia Civil. Ele é suspeito de furtar objetos de policiais, de um promotor de Justiça e continua em liberdade. A mãe dele, uma dona de casa de 36 anos, disse que as infrações são cometidas para manter o vício. "Ele começou a roubar para comprar as drogas. Sempre fala que quer largar, mas nós precisamos de ajuda", diz a mulher.
 
De acordo com a Polícia Civil, o primeiro registro contra o garoto foi em 2009, quando ele tinha 12 anos. Foi nessa idade que, segundo a mãe, ele começou a usar drogas. "Eu estava presa por roubo e ele começou a morar com uma mulher. Ela era usuária e ele experimentou", diz. A dona de casa tem outro filho usuário, de 20 anos.
 
Em dezembro de 2013, segundo a polícia, o menino envolveu-se em um roubo que teve uma criança de dez anos baleada no braço. O adolescente também é suspeito de aliciar um garoto de oito anos para a prática de atos infracionais.
 
Somente de 1º a 23 de janeiro de 2014, foram pelo menos oito atos infracionais praticados pelo jovem, incluindo o furto ao promotor, casal de policiais aposentados e, o mais recente deles, a uma investigadora.
 
De acordo com a a Polícia Civil, o adolescente invadiu a casa da servidora pública enquanto ela estava de férias e fugiu com R$ 10 mil em joias, uma pistola e dois carregadores de arma. Policiais procuraram pelo garoto em quatro municípios e o encontraram em Bodoquena. Ele foi ouvido, confessou o furto e como a legislação só permite apreensão de adolescente em casos de violência à pessoa, foi liberado.
 
Parte das peças foi recuperada e polícia já sabe com quem está a pistola. A pessoa que a comprou do adolescente mora em Miranda e a revendeu a um morador do Tocantis, que já foi localizado e se comprometeu a devolvê-la.
 
"Eu fico preocupada com ele, já até chorei, mas sei que ele quer largar as drogas", fala a dona de casa, que diz não saber o paradeiro do adolescente.
Banner Whatsapp Desktop

Deixe seu Comentário

Veja Também

Mais Lidas

Banner TCE