22 de outubro de 2020 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
TCE - Devolução Auxílio Emergencial
GERAL

Servidora aposta no lúdico para transformar crianças em cidadãos conscientes no trânsito

Como o ato de transitar é uma ação corriqueira de qualquer faixa etária, é muito importante que a educação de trânsito comece o quanto antes

25 setembro 2020 - 15h38
Edna Maria de Souza
Edna Maria de Souza - (Foto: Secom MS)
Fort  Atacadista - 21 ANOS

O trânsito está presente no cotidiano de todas as pessoas, seja quando estão caminhando com os seus bichos de estimação, pedalando em um parque, dirigindo o seu veículo pela cidade ou até mesmo quando utilizam um transporte coletivo.

Como o ato de transitar é uma ação corriqueira de qualquer faixa etária, é muito importante que a educação de trânsito comece o quanto antes. E é justamente esse o objetivo da Cidade Escola de Trânsito – Detranzinho.

O local é um espaço vivencial de trânsito que foi instituído em setembro de 1998 e teve o início dos atendimentos no dia 27 de maio do ano de 1999. Em Campo Grande é desenvolvido o Programa Detranzinho, que atende às escolas da rede estadual, municipal e privada das séries iniciais do Ensino Fundamental.

Já no interior do Estado é desenvolvida a ação Cidade Móvel, do Programa de Educação e Segurança para o Trânsito, que consiste na montagem de uma minicidade no espaço de um ginásio para que os alunos possam ter a oportunidade de vivenciar, através do desenvolvimento de atividades lúdicas pedagógicas, diversas situações de trânsito.

No Detranzinho, a maioria das atividades são desenvolvidas através da ludicidade. Uma delas, é realizada na sala do Move Mundo – Lego, onde os alunos constroem, com as peças do Lego, a "Minha Cidade Legal" e a "Cidade para Todos", com orientações e mediações de monitores.

De acordo com a coordenadora da Cidade Escola de Trânsito – Detranzinho, Edna Maria de Souza, o uso do lúdico faz com os visitantes aprendam melhor, levando a criança a pensar, refletir e criar soluções.

“A atividade lúdica possibilita a criança explorar através de jogos e brincadeiras. Desta forma a aprendizagem ocorre de maneira prazerosa, significativa, vivencial, agregando conhecimentos”, avaliou.

Licenciada em Pedagogia e pós-graduada em Educação Infantil, Gestão e Prática Pedagógica, Edna é servidora efetiva do Detran-MS desde o mês de novembro de 1990. De lá para cá, a educação sempre esteve presente na sua trajetória, antes como professora do CEI-Detran e agora como coordenadora do Detranzinho.

“É importante que não só professores, mas os pais, incentivem, motivem o quanto antes, as crianças a terem atitudes que contribuam para uma consciência cidadã e assim desenvolver um comportamento responsável no trânsito. Também faz com que seus pais passem a estar mais atentos às leis de trânsito. As crianças tornam-se nossos multiplicadores, compartilhando as informações recebidas com a família e comunidade escolar, cobrando atitudes corretas quando os mesmos cometem erros no trânsito”, destacou Edna.

É perceptível esse compartilhamento das informações com a família, sendo até considerada como um ponto positivo, já que após a visita ao Detranzinho, muitas crianças passam a fiscalizar as atitudes dos pais e os corrigem instantaneamente quando percebem algo errado.

“Sempre temos depoimentos de crianças que já vieram por várias vezes ao Detranzinho e comentam de atitudes incorretas de seus pais, como avançar um sinal vermelho, estacionar em um local indevido ou não colocar o cinto de segurança. Como já vieram no Detranzinho e receberam as orientações das regras de circulação, logo corrigem as atitudes incorretas dos adultos. Os professores também sempre trazem depoimentos de seus alunos”.

A servidora comenta que é gratificante saber que contribuiu para o aprendizado de tantas crianças sobre um tema tão importante como o trânsito. “O sentimento é de gratidão por saber que essas crianças, quando adultas, serão cidadãos mais conscientes, responsáveis e comprometidos para um trânsito seguro em que priorize o nosso bem maior que é a vida”.

Com 30 anos de experiência e atuação efetiva na área, Edna sente que o seu dever está sendo cumprido com êxito. “Me sinto realizada, porque gosto do que faço e realizo com amor, carinho e responsabilidade. Espero em Deus que as sementinhas plantadas em cada criança que passou pelo Programa Detranzinho e pela ação Cidade Móvel gerem muitos frutos, contribuindo assim, para um trânsito seguro, consciente e de proteção à vida”, finaliza.

E com tanto esmero, a atuação de Edna e dos demais servidores do Departamento Estadual de Trânsito vem surtindo efeito. Em comparação entre os meses de janeiro a agosto de 2019 e 2020, houve redução no número de acidentes em Campo Grande, passando de 8.295 para 5.464 ocorrências, respectivamente.

 

Banner Whatsapp Desktop
PMCG
Annelies