25 de fevereiro de 2021 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
Saneamento

Sanesul diz que água distribuída atende padrões de qualidade

28 janeiro 2014 - 17h17
Hedio Fazan
A Empresa de Saneamento de Mato Grosso do Sul (Sanesul) reagiu sobre uma eventual correlação entre os casos de câncer com a qualidade da água que é captada do Rio Dourados pela empresa, tratada e distribuída à população. O Ministério Público Federal investiga suposta correlação.
 
O diretor-presidente da Sanesul, José Carlos Barbosa, foi enfático ao afirmar que a água distribuída pela empresa atende aos mais rigorosos padrões de qualidade. “Em primeiro lugar, a Sanesul desconhece qualquer estudo ou trabalho científico que indique que Dourados tem índice de câncer acima da média nacional ou que esses estudos identifiquem que a origem da doença seja a água bruta do rio Dourados ou a água tratada que é distribuída à população”, ressaltou Barbosinha.
 
Ele explica que desde agosto de 2012, por força do contrato número 041/2012, a empresa Araxá Ambiental faz análise mensal da água tratada e, também, da água advinda das captações superficiais da empresa. “Nesse período, não houve sequer uma análise que tenha apresentado resultado que esteja fora dos parâmetros da Resolução 357 do Conselho Nacional do Meio Ambiente (Conama) que trata de água bruta. Essa análise de água bruta é feita em amostras coletadas a 50 metros acima do local de captação de água da Sanesul e também é feita na saída da estação de tratamento, seguindo a Portaria 2914, do Ministério da Saúde que dispõe de água tratada”, explica Barbosinha.
 
O presidente da empresa ressalta ainda que além das análises realizadas pela Araxá Ambiental, a Sanesul realiza, por meio do seu laboratório (que é aferido pelo Inmetro com o selo de qualidade ISO 17025/2005), a análise de 46 parâmetros de água tratada, de acordo com a Portaria 2914, do Ministério da Saúde. “Anualmente é encaminhado a todos os clientes da empresa o relatório de controle da água distribuída a todos os municípios onde a Sanesul atua, o qual está sendo produzido agora para ser distribuído em breve”, enfatiza. “Não teremos pro-blema algum em encaminhar esse relatório ao MPF ou a qualquer outro órgão interessado”, conclui.
 
Ainda de acordo com José Carlos Barbosa, a Sanesul encaminha semestralmente às Secretarias Municipais de Saúde um relatório completo das análises para compor e atualizar o Sistema de Informação de Vigilância da Qualidade da Água Para Consumo Humano (Siságua). Esses relatórios também estão à disposição do Ministério Público e das autoridades. “É importante ressaltar que a Sanesul tem o mesmo cuidado com as águas captadas em poços e que desde 2012 estamos monitorando a água do Rio Dourados”, enfatiza. “Dessa forma, a Sanesul tranquiliza a população quanto à qualidade da água distribuída em Dourados e nos demais municípios por ela atendidos”, ressalta Barbosinha.
 
Banner Whatsapp Desktop
TJ MS
Banner TCE