20 de setembro de 2020 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
maracaju covid
PLANEJAMENTO URBANO

Reunião da Rede Viva destaca trabalho integrado entre Prefeitura e Conselhos Regionais

29 maio 2017 - 08h18
berenice - rede viva- 2
berenice - rede viva- 2

A primeira reunião da Rede Viva, instituição composta por representantes de todos os órgãos e autarquias da administração municipal, aconteceu no último dia 26 com expressiva participação. O encontro, realizado no auditório da Agência Municipal de Meio Ambiente e Planejamento Urbano (Planurb), foi aberto pela diretora-presidente da Planurb, Berenice Maria Jacob Domingues, que destacou a importância do trabalho integrado entre os órgãos da Prefeitura e a comunidade.

Berenece Jacob, que também é coordenadora do Programa Comunidade Viva e da Rede Viva, avalia que a Rede Viva busca otimizar a participação da comunidade local na gestão democrática no Município e colaborar com o fortalecimento do Sistema Municipal de Planejamento (SMP). Durante a reunião, a diretora pontuou questões relevantes entre elas a continuidade dos trabalhos de revisão do Plano Diretor de Campo Grande, que tem agendado a partir do dia 19 de junho reuniões nos bairros.

Outro ponto destacado foi a importância da participação dos conselhos regionais na gestão democrática do município e da inteiração da Rede Viva com esses conselhos. A capacitação dos conselheiros regionais foi outro assunto em discussão entre os participantes. A proposta é que a capacitação seja feita com a colaboração dos membros da Rede Viva.

Cada região urbana de Campo Grande possui um conselho regional, que é responsável por dialogar com as Associações de Moradores, Clube de Mães, Conselhos de Classe e Associação de Pais e Mestres e juntos irão ouvir os anseios das comunidades, levar até a prefeitura as reivindicações, que por sua vez serão encaminhadas para as secretarias, autarquias para as devidas soluções.

O programa Comunidade Viva é preconizado pela Lei n. 10.257, de 10 de julho de 2001 – Estatuto da Cidade – e, a Lei Complementar n. 94, de 6 de outubro de 2006, que institui a Política de Desenvolvimento, e o Plano Diretor de Campo Grande, valorizando a atuação dos conselhos regionais e fomentando iniciativas para a efetivação dos Objetivos do Desenvolvimento do Milênio (ODM), estabelecidos pela Organização das Nações Unidas (ONU).

 

Banner Whatsapp Desktop
GAL COSTA

Últimas Notícias

ver todas as notícias

Enquete

Você apoia o retorno do ensino presencial em escolas públicas ainda no ano de 2020?

Votar
Resultados
TJ MS INTERNO
TJ MS
pmcg ms