25 de setembro de 2020 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
JBS - Covid 19
OPORTUNIDADE

Rede e-Tec continua com inscrições abertas para processo seletivo em cinco municípios de MS

As seleção é para o curso gratuito de Técnico em Agronegócio. As inscrições vão até o dia 19 de fevereiro.

1 fevereiro 2016 - 09h00Da redação com informações da assessoria
Divulgação
O FLOR DA MATA - NOTICIAS

Empresário no município de Rio Verde do Mato Grosso (MS), Odair Mombach resolveu participar do processo seletivo para o curso Técnico em Agronegócio, da Rede e-Tec Brasil, por ter interesse futuro de se dedicar à atividade rural. Filho de pequenos produtores, ele destaca que a capacitação superou suas expectativas. “Fui selecionado na primeira turma oferecida em Coxim, em julho do ano passado, e estou muito satisfeito com o curso, desde o material didático até as aulas presenciais”, declara.

Mombach é um dos 410 alunos matriculados no curso oferecido pelo Senar/MS – Serviço Nacional de Aprendizagem Rural, em cinco polos presenciais localizados nos municípios de Campo Grande, Coxim, Dourados, Inocência, Maracaju. A novidade deste ano está em Aparecida do Taboado, onde o sindicato rural oferecerá 60 vagas para o início da primeira turma. “Gostei muito e indiquei 10 amigos para participarem. Acredito ser importante investir em conhecimento e, por isso, compartilhei a informação com o maior número de pessoas possível”, acrescenta o profissional que é diretor de uma instituição de Ensino Superior no município.

As inscrições para concorrer a uma das 320 vagas da 3ª edição foram abertas no último dia 15 de janeiro e terminam no dia 15 de fevereiro. As provas podem ser agendadas em dois horários (manhã e tarde) até dia 19 e serão realizadas presencialmente, na sede do Sistema Famasul – Federação da Agricultura e Pecuária de MS. A qualificação semipresencial é totalmente gratuita e possui 1.230 horas/aula, sendo 80% online e 20% presencial. Até o momento foram contabilizadas 677 inscrições em todo o Estado.

Segundo o superintendente do Senar/MS, Rogério Beretta, a capacitação oferecida pela Rede e-Tec Brasil e Senar tem objetivo de atender a demanda por profissionais especializados em gestão e assistência técnica. “Esta qualificação possui nível médio, no entanto, é abrangente e atende diferentes frentes do setor agropecuário. Desde o início da primeira turma percebemos que existe um grande interesse de profissionais que buscam oportunidades no setor e a prova disso é a abertura de mais um polo, em Aparecida do Taboado”, argumenta.

Evolução do programa - Esta é a terceira seleção realizada pela Rede e-Tec Brasil no Senar, desde o lançamento do Curso Técnico em Agronegócio em novembro de 2014. De lá pra cá, a rede, iniciada com 20 polos de apoio implantados em nove estados, quase triplicou. Agora já conta com 58 polos espalhados por 19 Estados, onde serão oferecidas mais de 2.500 vagas.

Mantendo o mesmo padrão de excelência de ensino que faz da instituição referência nacional em qualificação profissional rural, o curso técnico foi todo concebido e estruturado com foco na população rural, tendo seus conteúdos e estratégias didáticas voltados especialmente para quem vive ou trabalha no campo.

Serviço – As inscrições para concorrer a vaga do curso Técnico em Agronegócio podem ser feitas no portal http://etec.senar.org.br/ até o dia 19 de fevereiro.

O curso coordenado pelo Senar/MS possui 1.230 horas/aula, é totalmente gratuito e qualifica técnicos em Agronegócio

Sobre o Sistema Famasul – O Sistema Famasul (Federação da Agricultura e Pecuária de MS) é um conjunto de entidades que dão suporte para o desenvolvimento sustentável do agronegócio e representam os interesses dos produtores rurais de Mato Grosso do Sul. É formado pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar), Fundação Educacional para o Desenvolvimento Rural (Funar), Associação dos Produtores de Soja (Aprosoja/MS) e pelos sindicatos rurais do Estado.

 

O Sistema Famasul é uma das 27 entidades sindicais que integram a Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA). Como representante do homem do campo, põe seu corpo técnico a serviço da competitividade da agropecuária, da segurança jurídica e da valorização do homem do campo. O produtor rural sustenta a cadeia do agronegócio, respondendo diretamente por 17% do PIB sul-mato-grossense.

 

Banner Whatsapp Desktop
TJ MS INTERNO

Últimas Notícias

ver todas as notícias

Enquete

Você apoia o retorno do ensino presencial em escolas públicas ainda no ano de 2020?

Votar
Resultados
FORT ATACADISTA - Carne Fresca (interno)
pmcg ms
TJ MS