29 de outubro de 2020 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
Campanha Bonito Seguro - Fase 2
Denúncia

Prove Pantanal deixa herança de dívida e inscrição no Serasa para 130 produtores

O Banco da Gente, mandou para o SPC e o Serasa e está cobrando judicialmente dívidas de 130 pequenos
O Banco da Gente, mandou para o SPC e o Serasa e está cobrando judicialmente dívidas de 130 pequenos - Divulgação
Fort  Atacadista - 21 ANOS

O Banco da Gente, agência estadual de fomento ao microcrédito que sucedeu ao Banco do Povo criado na administração do ex-governador, mandou para o SPC e o Serasa e está cobrando judicialmente dívidas de 130 pequenos produtores dos assentamentos Capão Bonito II e São Pedro em Sidrolândia

Em 2001 eles emprestaram de R$ 6 mil e R$ 20 mil para custear a instalação de micro-agroindústrias que nunca produziram nada. Todas foram interditadas, antes mesmo de entrarem em funcionamento, por outros órgãos do próprio governo. O Iagro, a Vigilância Sanitária da Secretaria de Saúde e o Ministério da Agricultura não concederam alvará de funcionamento porque os projetos não cumpriram as exigências sanitárias e de higiene previstas na legislação. 

Como estão com seus nomes negativados, os assentados não têm acesso às linhas de crédito do Banco do Brasil através do Pronaf (Programa Nacional da Agricultura Familiar) para custeio e investimento. A maioria sobrevive da produção de leite que não é das mais rentáveis, com muitas oscilações de preço ao longo do ano. Por ironia, o Programa de Verticalização da Produção ( o Prove Pantanal) chegou a ganhar um prêmio internacional, no Equador, como exemplo de experiência bem-sucedida que permitiu agregar valor a produção e gerar emprego na agricultura familiar. 

Os financiamentos foram concedidos com três anos de carência e 36 meses para o pagamento das parcelas. Como os projetos para produção de frango e ovo caipira, derivados do leite (queijo, iogurte doce), não saíram do papel, ninguém conseguiu renda para arcar com o pagamento. 

Os agricultores não chegaram a receber o dinheiro dos empréstimos. Os recursos foram repassados a uma empreiteira contratada pelo Idaterra para que implantasse os aviários e outras instalações que abrigariam as agroindústrias.

Banner Whatsapp Desktop
ALMS
Annelies