27 de outubro de 2020 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
Campanha Bonito Seguro - Fase 2
Turismo

Presidente paraguaio vem a MS para acompanhar volta do Trem do Pantanal

Fort  Atacadista - 21 ANOS

O presidente do Paraguai, Fernando Lugo, virá a Mato Grosso do Sul para acompanhar a reativação do Trem do Pantanal. A volta do trem foi marcada para o dia 8 de maio e já tem presença garantida do presidente Lula (PT).

De acordo com o prefeito de Campo Grande, Nelsinho Trad, o convite a Lugo foi feito ontem. Trad e o governador André Puccinelli foram a Assunção e asseguraram o apoio do presidente paraguaio à candidatura de Campo Grande para ser subsede da Copa 2014. Segundo o presidente da Assembléia, Jerson Domingos, o presidente Lula, assessorado pelo maquinista, vai conduzir o trem em sua viagem de estréia. O itinerário será de Campo Grande a Miranda. No próximo ano, o projeto deve ser ampliado até Corumbá. 

A viagem do Trem do Pantanal vai custar de R$ 39 a R$ 126. O “Pantanal Express”, destinado somente ao turismo, terá passagens na classe Econômica (um vagão) a R$ 39, na classe Turística (5 vagões) por R$ 77 e na classe Executiva a R$ 126. Ao todo, serão nove vagões. Fernando Lugo declarou apoio a Campo Grande, para ser uma das sedes da Copa do Mundo no Brasil. O presidente paraguaio vestiu a camisa da “Copa do Pantanal” receber a visita do governador André Puccinelli e do prefeito da Capital, Nelson Trad Filho. 

O ministro dos Esportes do Paraguai, Javier Dakac, ao falar com a imprensa em nome do presidente, disse que foi um encontro histórico no Paraguai. Ele afirmou que o apoio político de Fernando Lugo, somada a mobilização popular que ocorreu no último dia 3, em Campo Grande, durante a visita dos técnicos da Fifa, será decisivo na escolha da Capital sul-mato-grossense.

“Eu não conhecia Campo Grande. Fiquei impressionado com qualidade de vida que a cidade oferece e a simpatia da população. Os paraguaios estão torcendo por Campo Grande, pois Assunção fica distante somente 700 quilômetros de distância. Isso fazer com que milhares de paraguaios possam assistir os jogos em Mato Grosso do Sul, sem ter grandes despesas”, afirmou.

Para Luis Sosa, cônsul do Paraguai, o clima da Copa do Mundo no Brasil já toma conta dos Paraguai e todos torcem por Campo Grande. “Na fronteira o assunto tomou conta das ruas. Em Pedro Juan, a população respira Copa do Mundo. “Comerciantes, empresários e trabalhadores, apostam inclusive que a economia do Paraguai será beneficiada significativamente no caso de Campo Grande ser escolhida uma das sedes da Copa do Mundo. Informação que foi ratificada pelo secretário de Turismo, de Ponta Porã, Marcelino Nunes, que também esteve presente no encontro.

Banner Whatsapp Desktop
TCE - Devolução Auxílio Emergencial
AL MS