25 de outubro de 2020 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
TCE - Devolução Auxílio Emergencial
Crédito

Postos rejeitam cartão de crédito para não pagar taxa de administração

Fort  Atacadista - 21 ANOS

   O consumidor que estava acostumado a abastecer o carro ou moto e pagar com cartão de crédito, desde dezembro vem sendo surpreendido com a decisão de alguns postos de só aceitar o pagamento em dinheiro. Dos 10 estabelecimentos da Rede Bonatto, apenas dois aceitam cartão. Os outros oito só vendem gasolina, álcool ou óleo diesel à vista ou cheque da praça. Sem lucro - O Posto Aimoré, na Avenida Guaicurus, só aceita pagamento em dinheiro. Segundo o proprietário, Amadeu Elias de Oliveira Júnior, o estabelecimento só aceitou cartão em oito meses dos cinco anos de existência.

  Ele reclamou que a atual margem de lucro dos estabelecimentos na Capital não permite o uso do cartão. Oliveira Júnior contou que tem margem de revenda de R$ 0,26. Se usasse o cartão, este percentual cairia pela metade. “Se valesse o preço da pauta, de R$ 2,80 a R$ 2,85, daria para pagar a taxa da administradora”, explicou o empresário. “Eu uso o cartão”, admitiu o empresário, ressaltando que reconhece as qualidades da medida. No mês passado, o estabelecimento até foi vítima de um golpe praticado por um casal de Goiânia (GO). Eles encheram o tanque de gasolina de Peugeot, mas sem dinheiro, deixaram 18 pratos como garantia de pagamento. “Foi um golpe”, reconheceu Oliveira Júnior, já que a dupla não voltou até hoje para pagar o combustível.
Os postos Santa Conceição e Cidade, localizados na Avenida Afonso Pena, respectivamente, nas esquinas com a Rua 13 de Maio e Avenida Noroeste, no centro, estão com faixas avisando que não serão mais aceitos cartões de nenhuma bandeira nem cheques.

  Segundo do gerente do Santa Conceição, Militão Renovato Pires, a medida é consequência da alta taxa cobrada pelas administradoras de cartões, que oscila entre 3,5% e 5% do valor da compra. Ele disse que a empresa estuda repassar ao consumidor a redução no custo. Atualmente, o preço da gasolina no local é de R$ 2,499. A medida só deverá ser efetivada na próxima semana.

Banner Whatsapp Desktop
ALMS
PMCG