22 de outubro de 2020 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
TCE - Devolução Auxílio Emergencial
Justiça

Poder Judiciário convoca corretores para avaliarem os imóveis penhorados

Fort  Atacadista - 21 ANOS

  No dia 8 de setembro mais uma vez o presidente do CRECI/MS, Eduardo Francisco Castro, foi chamado para avaliar um imóvel em processo litigioso, o que reforça a legitimidade do corretor de imóveis para desempenhar o papel de avaliador.

  Eduardo Francisco Castro diz que o que chamou a atenção neste processo é que antes de sua nomeação foram nomeados três engenheiros para fazer a avaliação, sendo um perito e dois arbitradores e em petição, assinada pelos três, eles literalmente confessam não sabem fazer a avaliação e requerem ao juiz que nomeie um avaliador imobiliário.

  “Em outro momento em que fui solicitado o oficial da Justiça também julgou que não tinha os conhecimentos necessários para a avaliação”, conta o presidente do CRECI/MS. Em agosto o presidente do COFECI, João Teodoro da Silva, esteve em Campo Grande, para a solenidade de entrega do Troféu Colibri de Prata, e avaliação foi um dos assuntos que destacou durante sua palestra.

  Ele ressaltou que o caminho natural é que os corretores de imóveis, que hoje podem emitir parecer técnico, passem a elaborar laudos de avaliação mercadológica, uma vez que as próprias decisões da Justiça hoje são neste sentido. Por acreditar que o corretor de imóveis, que pela essência de sua profissão é o profissional que mais conhece o mercado e por conseqüência está habilitado para a avaliação, o CRECI/MS formalizou parceria com o CENAP para realização de cursos com o especialista em avaliação José Plínio Filho, em Campo Grande e em cidades do interior.

  O próximo curso para oficiais do Tribunal deverá ser realizado no auditório do Conselho Regional dos Corretores de Imóveis.

Banner Whatsapp Desktop
PMCG
ALMS