04 de dezembro de 2020 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
maracaju natal
AO VIVO Acompanhe a transmissão do jornal GIRO ESTADUAL DE NOTÍCIAS
Transmitido simultaneamente para as emissoras do Grupo Feitosa de Comunicação
exploração

PMA autua comerciante por armazenamento e exploração ilegal de madeira

O responsável foi autuado administrativamente e multado em R$ 4.800,00

22 novembro 2020 - 11h30Da Redação
No local foram encontradas madeiras das espécies angico e faveiro em formato de estacas para cercas armazenada ilegalmente
No local foram encontradas madeiras das espécies angico e faveiro em formato de estacas para cercas armazenada ilegalmente - (Foto: Divulgação/PMA)
Fort Atacadista Natal

Policiais Militares Ambientais de Três Lagoas apreenderam ontem (21) 16 m³ de madeira que era armazenada sem o Documento de Origem Florestal. O DOF é o documento do órgão ambiental para se ter em depósito, beneficiar ou transportar qualquer produto florestal. O caso ocorreu no município de Três Lagoas. O responsável foi autuado administrativamente e multado em R$ 4.800,00.

Os agentes receberam denúncias, de que um comerciante estaria derrubando árvores, serrando a madeira ilegalmente e armazenando no terreno de um bar que possui no município, na região conhecida como Batuíra, à margem da rodovia MS 320, a cerca de 70 km da cidade. No local foram encontradas madeiras das espécies angico e faveiro em formato de estacas para cercas armazenada ilegalmente.

O infrator afirmou ter contratado uma pessoa que explorara a madeira com uso de motosserra, mas que não o conhecia, e alegou que o material ilegal fora retirado à margem da rodovia, porém, a denúncia que chegou a PMA é que teria sido retirado de propriedades alheias nas proximidades.

O comerciante responderá por crime ambiental, com pena prevista de seis meses a um ano de detenção.

Banner Whatsapp Desktop
Natal Comper

Últimas Notícias

ver todas as notícias

Enquete

O que você pretende fazer com o 13º salário?

Votar
Resultados
Comper sem sair de casa
Departamento de Operações de Fronteira - Disque Denúncia
PREF DE MJU