20 de outubro de 2020 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
al outubro2
Legislativo Municipal

Pedra critica desocupações no Coophavila e prisão de vendedores ambulantes

Fort  Atacadista - 21 ANOS

  O vereador Paulo Pedra (PDT) fez uso da Tribuna na sessão ordinária da última terça para criticar a forma como está ocorrendo a desocupação de áreas públicas no bairro Coophavila II.

  “A Prefeitura Municipal está dando o prazo de apenas 5 dias para as pessoas que ocupam essas áreas há mais de 10, 15 anos, saiam do local, querendo transferi-las para um local que fica após a UCDB (Universidade Católica Dom Bosco), em casas sem segurança nenhuma”, disse Paulo Pedra em Plenário.

  Segundo o parlamentar, “a Comissão de Obras desta Casa deve interferir na questão e pedir que a Prefeitura dê um prazo maior para essas pessoas, para que elas tenham de 60 a 90 dias para saírem do local. Cinco dias é um prazo muito pequeno”, alegou o pedetista.

  O vereador abordou ainda em seu discurso a denúncia recebida por ele sobre um vendedor ambulante de Campo Grande, que foi preso e algemado por estar vendendo chipa e maçã, sendo ameaçado por agentes da Agetran. “Não podemos permitir que funcionários da Prefeitura sejam truculentos com os ambulantes, que são homens de bem que estão apenas trabalhando”, informou Pedra.

Banner Whatsapp Desktop
PMCG
AL MS