26 de outubro de 2020 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
TCE - Devolução Auxílio Emergencial
Pecuária

Pecuaristas fecham acordo com Independência e vão receber R$ 194 milhões

Fort  Atacadista - 21 ANOS

  Depois de mais de doze horas de negociação, uma a comissão de pecuaristas fechou acordo com representantes do frigorífico Independência que desativou suas unidades há quase um ano devendo R$ 194 milhões a 1524 pecuaristas dos estados  de Rondônia, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso Sul e Minas Gerais. Só para os ruralistas sul-mato-grossenses a empresa deve R$ 45 milhões.

  O maior credor é um fornecedor goiano que tem R$ 9 milhões para receber referente a venda de sete mil cabeças de gado. Pelo acordo firmado, quem tem créditos de até R$ 100 mil vai receber à vista. O restante vai ser parcelado em 36 meses, com parcelas mínimas de R$ 1 mil.

  O valor à vista deve ser quitado até 31 de janeiro 2010, com tolerância de atraso até 31 de março. As parcelas serão atualizadas pela taxa Selic. Este calendário pode ser antecipado caso a empresa obtenha alguma linha de financiamento para se capitalizar.

  A assembléia com os credores foi realizada no Hotel Transamérica, em São Paulo, depois de quatro tentativas sem sucesso de acerto entre as partes. A primeira proposta, apresentada dentro do Plano de Recuperação do frigorífico previa apenas o parcelamento, sem qualquer correção. 

  Em agosto, os produtores não aceitaram acordo para limitar o pagamento imediato aos pecuaristas que tinham até R$ 80 mil a receber e vincular esse pagamento ao aporte de R$ 300 milhões que ainda será obtido no mercado. Os pecuaristas tentaram elevar esse teto para débitos de até R$ 150 mil, mas fecharam acordo em R$ 100 mil. Na avaliação dos membros da Comissão de Credores de Mato Grosso do Sul, representada pelos pecuaristas Leôncio Brito, Paulo Martins e Geraldo Moraes o resultado da reunião foi positivo.

Banner Whatsapp Desktop
ALMS
PMCG