20 de outubro de 2020 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
al outubro2
Comunicação

Ministro Hélio Costa defende o início imediato da portabilidade

Ministro das Comunicações Hélio Costa, defende o início imediato do sistema
Ministro das Comunicações Hélio Costa, defende o início imediato do sistema - Divulgação
Fort  Atacadista - 21 ANOS

Sistema estimula competição entre operadoras e beneficia o consumidor

Mudar de operadora e manter o número do telefone (fixo ou móvel) é direito do consumidor. É o que garante a portabilidade, aprovada pela Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) em março de 2007 e que começa a ser implementada experimentalmente na próxima segunda-feira (01/09) em sete estados.

Apesar da obrigação, algumas operadoras solicitaram o adiamento desse prazo, mas o ministro das Comunicações, Hélio Costa, defende o início imediato do sistema. “O prazo de 16 meses dado às operadoras foi mais que suficiente para que elas se adaptassem às novas regras da telefonia. Além disso, a portabilidade é um instrumento importante para a concorrência entre as operadoras e isso vai beneficiar muito o consumidor com redução de preços e melhoria na qualidade do atendimento ao usuário”, disse ele.

De acordo com o cronograma de implementação da portabilidade, até 1º de março de 2009 todo o Brasil será atendido. A ativação comercial da portabilidade durará ao todo sete meses e será realizada de acordo com os Códigos Nacionais de Numeração - que correspondem, popularmente, ao DDD. Os primeiros estados serão São Paulo (códigos 14 e 17), Espírito Santo (27), Minas Gerais (37), Paraná (43), Goiás (62), Mato Grosso do Sul (67) e Piauí (86). A fiscalização ficará por conta da Anatel, que acompanhará a implementação da portabilidade em todo o país.

Banner Whatsapp Desktop
ALMS
PMCG