22 de outubro de 2020 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
Moda

Mais perto da mulher real

A editora da revista, Angélica Banhara, veio a Campo Grande lançar a Boa Forma deste mês
A editora da revista, Angélica Banhara, veio a Campo Grande lançar a Boa Forma deste mês - Divulgação
Fort  Atacadista - 21 ANOS

  Capa de inúmeras publicações – curiosas pelo estilo de vida bem sucedido da modelo que casou, teve filhos, se separou e chega madura e com tudo em cima aos 47 anos – dessa vez foi a própria Luiza que declarou que o momento que vive é o ideal para aparecer em uma revista que tratasse de saúde e bem-estar.

  A passagem pelos 40 - em meio a um período em que teve de lidar com separação, carreira e filhos crescendo - a alertou para as mudanças em seu metabolismo: ficou mais difícil emagrecer.

  Pronto. Era tudo que o Luiza precisava dizer para se aproximar da mulher real. Aquela que mais do que ninguém sabe os malabarismos que faz para cumprir diferentes funções e ainda gostar do que vê no espelho.

  Uma clara referência à campanha da Dijon - marca de jeans hit dos anos 80 - em que Luiza aparecia apenas de calça jeans com as mãos escondendo os seios, a capa mostra Luiza com pernas, bumbuns e barriga (qual?) esculpidas com Pilates, o método de exercícios de Joseph Pilates que há cerca de nove anos se alastrou pelas academias e estúdios do País.

Poliana moderna

  Formada em História, a atual editora da Boa Forma Angélica Banhara já esteve em redações mais duras, como a da Folha de São Paulo mas, cansada de dar notícias ruins, se viu desafiada com o convite para fazer parte da equipe da revista Boa Forma. “Eu malho desde os 14, mas o que me motivou foi o fato de poder dar boas notícias. É meio aquela coisa Poliana” – contou bem humorada.

De dentro para fora

  A publicação é editada desde a década de 80, mas o enfoque mudou muito desde essa época. Inicialmente, a Boa Forma era uma extensão da revista Saúde, e apenas no fim da década de 90 foi que a revista se tornou oficialmente feminina, com capas e fotos produzidas e um design pensado para esse público.

Durante a visita que Angélica fez a Campo Grande na última segunda-feira, 14, como parte da agenda de divulgação da Boa Forma - ela detalhou a preocupação que a publicação tem em comunicar um estilo de vida 100% saudável.

  Um exemplo é o projeto que a revista implantou em São Paulo, ao lado do prédio da Editora Abril. A praça Victor Civita é adotada de tempos em tempos por uma companhia de ginástica que oferece aulas gratuitas como parte do projeto Venha Malhar com a Boa Forma. Rodopiando por ali, Angélica confessou que pode conferir in loco o que pensam as suas leitoras. “Vira quase um laboratório” – contou.

  E o dia a dia parece ser mesmo uma de suas grandes fontes.
Através de mídias sociais como Orkut e de projetos como Adote uma Leitora - em que um profissional da redação acompanha uma leitora durante 4 a 6 encontros para saber o que se passa na cabeça dela – a equipe da revista consegue oferecer pautas que tratam de temas cada vez mais recorrentes e atuais.

  Até as experiências de Angélica viraram conteúdo. Depois de dois filhos, ela conseguiu fazer com que a experiência da gravidez fosse ainda mais produtiva e escreveu Grávida em Boa Forma - O seu guia de dieta e exercícios para antes e depois do Parto.

Banner Whatsapp Desktop
PMCG
ALMS