27 de outubro de 2020 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
Campanha Bonito Seguro - Fase 2
Leitura

Livro “Pelas ruas de Campo Grande” de Paulo Coelho será lançado dia 1º

Américo Calheiros, secretário de Cultura do Estado
Américo Calheiros, secretário de Cultura do Estado - Assessoria
Fort  Atacadista - 21 ANOS

Governo do Estado, por meio da Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul (FCMS) e em parceria com o Instituto Histórico e Geográfico de Mato Grosso do Sul, faz o lançamento do livro “Pelas ruas de Campo Grande”, do escritor Paulo Coelho Machado, no dia 1º de dezembro de 2008, às 19h30. O evento vai acontecer no Rádio Clube Cidade.

O escritor Paulo Coelho Machado legou ao Estado de Mato Grosso do Sul, em suas publicações A Rua Velha, A Rua Principal, A Rua Barão, A Rua Alegre e A Grande Avenida, relíquias da história e memória campo-grandenses. Com invejável lucidez e pertinaz pesquisa que lhe permitiu reconstituir, fidedignamente, acontecimentos e passagens das mais rotineiras, às memoráveis dos primórdios do cotidiano da Cidade Morena, Paulo Coelho Machado constituiu-se através dessa obra como um pragmático historiador e notável memorialista.

Colhendo depoimentos, recolhendo fotos e dando vida, através dos escritos, às distintas personagens que animaram o espetáculo humano das históricas ruas da atual capital, Paulo Coelho Machado foi insubstituível nesse propósito pelo conhecimento profundo que tinha das pessoas e famílias e pela confiança que nelas inspirava.

Essas obras, agora reunidas em um só volume, indispensáveis para todo aquele que deseja conhecer um pouco da personalidade de Campo Grande, da sua trajetória humana e desenvolvimentista, dos seus trejeitos e de suas vocações, representam, antes de mais nada, uma grande declaração de amor do autor à Capital Morena, sua dileta inspiradora.

“O Governo do Estado de Mato Grosso do Sul, por meio de sua Fundação de Cultura, sente-se honrado em participar do resgate desta importante obra da literatura histórica e cultural de Campo Grande, patrocinando sua edição. A parceria com o Instituto Histórico e Geográfico de Mato Grosso do Sul foi imprescindível para a consecução desse empreendimento. Se estivesse vivo, Paulo Coelho Machado completaria noventa e um anos de permanente dedicação a esta terra”, afirmou o diretor-presidente da FCMS, Américo Calheiros.

Banner Whatsapp Desktop
PMCG
Annelies