21 de outubro de 2020 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
al outubro2
Educação

Livro lançado em Campo Grande aborda mistérios das linguagens

Divulgação
Fort  Atacadista - 21 ANOS

Para os que procuram desvendar alguns dos mistérios existentes nas  diferentes linguagens que compõem a comunicação, uma ótima sugestão de leitura é a obra Autopoiesis.

Semiótica. Escritura, lançada recentemente pelo diretor do Centro Universitário Anhanguera de Campo Grande, Eduardo de Oliveira Elias. A obra objetiva caracterizar e estudar as manifestações relativas à  produção da informação, da linguagem e da comunicação, sem vinculação a  aspectos conceituais e metodológicos, pautados por procedimentos de  linearidade e perspectiva finalista, desdobrando-se em leituras e análises  extraídas dos códigos da literatura, da arte, da mídia, da arquitetura e  do urbanismo, do ambiente e da ciência.

 Organizado em seis capítulos, o livro aborda O Reino dos Signos; O Corpo da Linguagem: a Comunicação Verbal; O Constructo Semiótico: a Comunicação Verbal-Icônia; Escrituras Ambientais: a Comunicação Háptico-Visual-Locomotora; Ciência, Lógica, Linguagem: a Comunicação em  Estado Nascente; e Para uma Ecologia da Informação, da Linguagem e da  Comunicação. A obra foi publicada pela Editora Perspectiva.

Trata-se de trabalho inter e transdisciplinar, integrando interfaces do conhecimento, correlacionando disciplinas, temas, problemas, para os quais confluem a linguagem em suas diferentes modalidades: verbal, visual, espacial, ambiental.

A solenidade aconteceu em dezembro, na Livraria Leitura, localizada no Shopping Campo Grande. Estiveram presentes o  diretor-presidente da Anhanguera Educacional, Antonio Carbonari  Netto, o reitor da Anhanguera/Uniderp, Guilherme Marback e a Ana Maria Costa de Sousa, ex-reitora da universidade.

 Sobre o autor -  Eduardo de Oliveira Elias é graduado em  Arquitetura e Urbanismo (UBC), especialista em Controle Ambiental (USP), mestre e doutor em Comunicação e Semiótica (PUCSP). Entre outras  atividades, foi arquiteto do Departamento do Patrimônio Histórico (São  Paulo, SP), pesquisador do Centro Cultural São Paulo (São Paulo, SP),  arquiteto do Departamento de Parcelamento do Solo e Intervenções Urbanas (São Paulo, SP), diretor do departamento de Planejamento Ambiental (São Paulo, SP). Foi professor-colaborador do Departamento de Saúde Ambiental/Núcleo de Informação em Saúde Ambiental, da Faculdade de Saúde  Pública da USP.

É pesquisador da área da linguagem, sendo autor ou co-autor de diferentes  publicações, entre as quais destacam-se: Escritura Urbana (Perspectiva), Cidade de São Paulo: a questão ambiental urbana (PMSP), Patrimônio  Ambiental, Cultural e Urbano de São Paulo (PMSP), São Paulo: Programa de  Valorização da Área Central (PMSP). Desempenhou diversas funções na Uniderp, sendo a última delas como Vice-Reitor. Atualmente, é diretor do Centro Universitário Anhanguera de Campo Grande.

Banner Whatsapp Desktop
Annelies
AL MS