01 de dezembro de 2020 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
SESI - Campanha Industria Geração de Empregos 3
AÇÃO DE GOVERNO

Governador defende a união com o setor produtivo para enfrentar o desafio de gerar novos empregos

13 maio 2017 - 10h30
Fort Atacadista Natal

Campo Grande – Ao participar da solenidade de abertura do “Mês da Indústria” na sede da Federação das Indústrias de Mato Grosso do Sul (Fiems) na segunda-feira (8.5), o governador Reinaldo Azambuja defendeu a união entre governo e setor produtivo, para enfrentar a crise e superar os desafios, como manter o nível de empregabilidade no Estado.

O governador citou o exemplo da parceria entre a administração estadual e a Fiems, que tem sido fundamental para a formação da mão-de-obra. “Indústria e governo trabalhando juntos, a gente avança bastante na geração de oportunidades, por isso que Mato Grosso do Sul é o único Estado do país positivamente na geração de empregos”, afirmou. De acordo com o Cadastro Geral de Emprego e Desemprego (Caged), do Ministério do Trabalho e Emprego, entre abril de 2016 a março deste ano, foram criados 1.483 postos de trabalho no MS, único Estado do país a apresentar saldo positivo.

Reinaldo Azambuja destacou que o papel do governo é criar condições favoráveis para que os empresários possam investir no seu negócio, pois o grande gerador de empregos são as empresas. “O governo é um instrumento dentro de uma política de desenvolvimento do Estado, para criar as condições favoráveis para o capital privado vir com segurança, para saber que vem para um Estado que oferece as condições, que respeita o regramento constitucional, que respeita o cumprimento dos acordos estabelecidos, e isso é fundamental. O empresário só vem se ele se sentir seguro”, declarou.

Ao falar para os empresários do setor industrial, Reinaldo Azambuja lembrou que até o próximo ano Mato Grosso do Sul deve receber mais de R$ 36 bilhões em investimentos, seja na chegada de novos empreendimentos, ou na ampliação das indústrias já instaladas. E lembrou que além do apoio e os incentivos fiscais concedidos pelo governo estadual, aqui o empresariado pode contar com os recursos do Fundo de Desenvolvimento do Centro-Oeste (FCO), que neste ano tem disponível R$ 2,3 bilhões.

Para o secretário de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar, Jaime Verruck, isso é resultado da política implantada neste governo, que dá ao empresário a segurança em investir no Estado. “O empresário, quando vem para o Estado hoje, sabe qual é a data que vamos conseguir atendê-lo com relação ao licenciamento ambiental. Não mudamos nenhuma regra, pelo contrário, o foco é desburocratizar para que a gente tenha agilidade na atração de investimentos”, declarou.

Para o diretor da Fiems e da Associação Brasileira das Indústrias Gráficas (Abigraf), Julião Gaúna, ao valorizar a cadeia produtiva o governador Reinaldo Azambuja demostra a preocupação em garantir a empregabilidade e a geração de riqueza e renda, fatores importantes para enfrentar a crise econômica do país. O empresário observa que ao garantir emprego ao trabalhador, o Estado também faz a economia girar, com a circulação dos salários no mercado.

Já o presidente da Fiems, Sérgio Longen, afirmou que o Sistema Fiems tem sido parceiro nesse processo de assegurar a colocação no mercado de trabalho, por meio dos cursos de qualificação oferecidos. Ao fazer um balanço das ações desenvolvidas na última década na Federação das Indústrias do Estado, Longen disse que ampliou a presença do Sistema Fiems de 39 para 59 municípios. “A parceria com o Estado e os municípios é importante para garantirmos o atendimento às pessoas, aos trabalhadores”, afirma.

O dia 25 de maio é o Dia da Indústria, e para comemorar a data, a Fiems elaborou uma programação até o final do mês, que prevê palestras e ações sociais. Confira outras fotos.

Paulo Yafusso – Subsecretaria de Comunicação (Subcom)

Fotos: Chico Ribeiro

Banner Whatsapp Desktop
Comper sem sair de casa

Últimas Notícias

ver todas as notícias

Enquete

O que você pretende fazer com o 13º salário?

Votar
Resultados
Departamento de Operações de Fronteira - Disque Denúncia
PREF DE MJU