19 de setembro de 2020 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
maracaju covid
POLO INDUSTRIAL OESTE

Pólo Industrial do Oeste enfrenta dificuldade com mão de obra e impostos altos

Levantamento foi realizado durante o projeto “ACICG Itinerante”, promovido pela Associação Comercial, e revela também os problemas estruturais da região na visão dos empresários.

17 fevereiro 2016 - 15h58DA REDAÇÃO
Divulgação
O FLOR DA MATA - NOTICIAS

Nova pesquisa do Projeto ACICG Itinerante, promovido pela Associação Comercial e Industrial de Campo Grande (ACICG), identificou os fatores que mais impedem o desenvolvimento do comércio no Polo Industrial Oeste, localizado na saída para Aquidauana. O levantamento foi realizado com empresas da comunidade que, juntas, empregam cerca de 200 pessoas, e constatou que as principais dificuldades ou barreiras que impedem ou atrasam a expansão dos negócios  são:

  1. Falta de mão de obra qualificada (79%)

  2. Altos impostos (64%)

  3. Custos trabalhistas (57%)

O presidente da ACICG, João Carlos Polidoro, diz que o resultado da pesquisa é reflexo do atual cenário econômico do país. “De modo geral, os empresários não estão satisfeitos com as altas cobranças de impostos seja para comprar insumos, vender seus produtos ou contratar e manter colaboradores. Os aumentos tributários ocorridos de 2015 para cá vêm de encontro à situação dos empresários, que estão vendendo menos, demitindo mais, criando assim um círculo vicioso”, analisa Polidoro.

A pesquisa revelou também pontos que devem ser tratados para dar melhores condições de trabalho aos colaboradores das 28 empresas que operam na região. Entre as reivindicações estão a melhora no transporte público, incluindo os pontos de ônibus, a manutenção de terrenos baldios, que por conta do mato alto geram a sensação de insegurança nos pedestres, a manutenção da iluminação pública, falta de creche na imediações e a capacitação dos colaboradores das empresas locais.

Para tentar auxiliar em possíveis soluções sobre os problemas levantados, além de solicitar uma reunião com a Prefeitura da capital, a Associação Comercial vai realizar uma série de treinamentos na região. “No próximo dia 23 vai acontecer um treinamento sobre Liderança, no auditório da Distribuidora Lopes, e nossa expectativa é atender pelo menos 60 pessoas. Assim como fizemos nas edições anteriores do projeto, vamos dar assistência aos empresários para encontrarem as soluções do que não está em nossa alçada, e trabalharemos pesado em capacitações por meio da nossa Escola de Varejo, levando diversos cursos aos empresários e seus colaboradores, com a Van da ACICG Itinerante”, contou o coordenador do projeto, Moacir Pereira Junior.

Informações sobre a programação de atividades para a região podem ser obtidas pelo telefone (67) 3312-5059.

Ação nos bairros

O projeto ACICG Itinerante é a modernização do projeto ACICG nos Bairros, que acontece em Campo Grande desde 2013, levando conhecimento e capacitação para empresários de várias regiões da capital. São palestras e cursos desenvolvidos por consultores da Escola de Varejo da Associação Comercial para fomentar e profissionalizar o comércio em toda a cidade.

Banner Whatsapp Desktop
GAL COSTA

Últimas Notícias

ver todas as notícias

Enquete

Você apoia o retorno do ensino presencial em escolas públicas ainda no ano de 2020?

Votar
Resultados
SANESUL DIA DA ARVORE
pmcg ms
TJ MS