27 de setembro de 2020 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
JBS - Covid 19
GERAL

Estado aparelha polícias e coloca criminalidade em xeque

No radar de investimentos de 2020, a Secretaria de Justiça e Segurança Pública (Sejusp) tem mais de R$ 50 milhões direcionados para aquisição de 500 novas viaturas

4 agosto 2020 - 12h12
Novas viaturas foram estregues
Novas viaturas foram estregues - (Foto: Chico Ribeiro)

O aparelhamento das polícias em Mato Grosso do Sul tem colocado em xeque o crime organizado e suas ramificações, como os tráficos de drogas e de armas. Investimentos maciços do Governo do Estado em viaturas, armamentos e inteligência contribui para o aumento de apreensões e torna MS um dos estados mais seguros do Brasil.

No radar de investimentos de 2020, a Secretaria de Justiça e Segurança Pública (Sejusp) tem mais de R$ 50 milhões direcionados para aquisição de 500 novas viaturas. Parte delas foi entregue nesta terça-feira (4) pelo governador Reinaldo Azambuja. “São 78 viaturas para  Polícia Militar e o Corpo de Bombeiros que vão atender 20 cidades”, destacou o gestor.

Governador durante entrega de viaturas hoje. Foto: Chico Ribeiro

Os automóveis são comprados com recursos próprios do Governo do Estado e contrapartida de emendas parlamentares. A União e os fundos de Segurança Pública também destinam dinheiro para a aquisição de caminhonetes, motos e outros automóveis. “Juntando todos os esforços conseguimos trazer mais estruturas para o Estado”, completou.

Mato Grosso do Sul já sente o efeito dos investimentos. No primeiro semestre deste ano, as forças de segurança do Estado apreenderam 316,81 toneladas de drogas. O volume total registrado nos seis primeiros meses de 2020 é 77,63% maior se comparado com as apreensões feitas durante todo o ano de 2019. 

A média mensal de apreensões de janeiro a junho foi de 52,80 toneladas. A quantidade é considerada pelas autoridades como o melhor resultado dos últimos cinco anos: em 2019 foram apreendidas 30,79 toneladas/mês; em 2018 um total de 28,25 toneladas/mês; em 2017 31,74 toneladas mensais; e em 2016 24,64 toneladas por mês.

Para o governador, o recorde é fruto do trabalho integrado e aperfeiçoamento da inteligência das polícias. “Mato Grosso do Sul é considerado um dos estados mais seguros do País mesmo sendo de fronteira (com Bolívia e Paraguai) e enfrentando questões do tráfico internacional de drogas e de armas”, pontuou Reinaldo Azambuja. 

Aeronave interceptada no espaço aéreo de MS. Foto: Sejusp

Trabalhando em conjunto com as Forças Armadas e os ministérios Defesa (MD) e da Justiça e Segurança Pública (MJSP), o Estado “avança em operações que dão resultado à sociedade sul-mato-grossense”, destacou o governador Reinaldo Azambuja.

Uma dessas operações, realizada no dia 2 de agosto, resultou na interceptação de duas aeronaves no espaço aéreo de Mato Grosso do Sul. Os aviões fizeram pousos forçados nas cidades de Ivinhema e Rondonópolis (MT). Uma tonelada de cocaína foi apreendida.

 

Banner Whatsapp Desktop
TJ MS INTERNO

Últimas Notícias

ver todas as notícias

Enquete

Você já sabe em quem votar para prefeito de seu município?

Votar
Resultados
GAL COSTA
pmcg ms
TJ MS