21 de setembro de 2020 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
maracaju covid
SEGURANÇA PÚBLICA

Em um mês de atuação helicóptero contribui para redução da criminalidade na Capital

28 maio 2017 - 15h00

Campo Grande (MS) – O Grupo de Patrulhamento Aéreo da Polícia Militar (GPA) divulgou o resultado do primeiro mês de operação do helicóptero Harpia 01, que nestes 30 dias atuou durante operações realizadas tanto na Capital, quanto no interior do Estado. O policiamento ativado no dia 20 de abril, pelo governador Reinaldo Azambuja e o secretário de Estado de Justiça e Segurança Pública, José Carlos Barbosa, tem como principal objetivo realizar policiamento ostensivo aéreo e dar apoio às unidades de segurança pública que atuam por terra, tanto em Campo Grande como em missões no interior.

Na Capital, a PM utilizou o helicóptero uma vez a cada dois dias para auxiliar as forças terrestres durante operações específicas em alguns bairros como Aero Rancho, Tiradentes, Guanandi, Los Angeles, Parati, Nova Lima, entre outros. Segundo os levantamentos, neste primeiro mês de operação, somente na região urbana do Bandeira e Central houve uma redução de 15,09% nos furtos, e na região urbana do Lagoa a queda no número de ocorrências foi de 20,57%. Outras operações já estão sendo planejadas pelo Grupamento Aéreo para abranger outros bairros e regiões nos próximos dias.

Em um mês foram voadas 39,2h, sendo que desse total 21,5h foram em policiamento preventivo e atendimento a ocorrências na Capital, e 17,7h em apoio ao policiamento no interior do Estado, como por exemplo, no assalto a banco ocorrido no município de Paranaíba no início desse mês, além da participação em operações realizadas nas cidades de Caarapó, Dourados e Sidrolândia.

De acordo com o tenente-coronel, Rosalino Gimenez Filho, coordenador do Policiamento, neste período já é possível sentir uma sensível retração nos índices de criminalidade nas áreas onde a aeronave esteve atuando no policiamento preventivo. A grande mobilidade, a rapidez e o campo de visão que o helicóptero proporciona são fatores que aumentam grandemente a possibilidade de êxito nas ocorrências.

“No pouco tempo que estamos operando já foi estabelecida uma rotina de policiamento que permite a aeronave estar presente diariamente nas ocorrências de forma a contribuir com o objetivo estabelecido pela Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp), em reduzir a criminalidade, dar apoio a todas as forças de segurança através do policiamento preventivo e presença da aeronave nos bairros da Capital”, frisou o tenente-coronel.

Para Rosalino Gimenez, a segurança pública de Mato Grosso do Sul deu um grande salto implementando o policiamento aéreo, pois a exemplo de outros Estados, onde as polícias utilizam a aeronave no combate ao crime ficou comprovado à eficácia do equipamento e a contribuição para redução dos índices de criminalidade. “A nossa meta do primeiro mês de atuação do policiamento aéreo foi alcançada, que é a integração com a tropa, uma das preocupações do início do projeto”, finalizou.

Regiane Ribeiro – Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp)

Foto: João Garrigó

 

Banner Whatsapp Desktop
GAL COSTA

Últimas Notícias

ver todas as notícias

Enquete

Você apoia o retorno do ensino presencial em escolas públicas ainda no ano de 2020?

Votar
Resultados
TJ MS INTERNO
pmcg ms
TJ MS