25 de novembro de 2020 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
maracajunov
live

Em live neste domingo, Luan Santana será a grande atração no Pantanal

O cantor sertanejo Luan Santana decidiu fazer algo grandioso para chamar atenção para o desastre no Pantanal e apoiar as ações de recuperação do bioma

22 novembro 2020 - 07h20Rosana Siqueira
Luan Santana lança nova música e fará uma live para arrecadar fundos para o movimento que une instituições do bioma pantaneiro
Luan Santana lança nova música e fará uma live para arrecadar fundos para o movimento que une instituições do bioma pantaneiro - (Foto: Divulgação)
Fort Atacadista Natal

Para apoiar ações emergenciais, de recuperação e prevenção de novos incêndios no Pantanal, Luan Santana lança nova música e fará uma live para arrecadar fundos para o movimento que une instituições do bioma pantaneiro, entre elas o Instituto Homem Pantaneiro – IHP

O cantor sertanejo Luan Santana decidiu fazer algo grandioso para chamar atenção para o desastre no Pantanal e apoiar as ações de recuperação do bioma. Ele escreveu uma música, lançada recentemente em seu canal no YouTube, intitulada: “Um grito entre as cinzas”, e fará um show hoje (22), em pleno Rio Paraguai, diretamente de uma chalana, ancorada na RPPN (Reserva Particular do Patrimônio Natural Novos Dourados) do IHP (Instituto do Homem Pantaneiro). com exibição ao vivo pelos canais de Luan Santana e no canal National Geographic Brasil.

Artistas foram convidados a se juntarem a Luan neste palco excepcional, unindo esforços para potencializar as doações, como o cantor já demonstrou atrair em outros shows ao vivo durante esta pandemia.

Todo o recurso arrecadado com a live e com a música, serão destinados ao Movimento, através do Instituto SOS Pantanal.

Movimento “O Pantanal Chama”

O movimento foi co-criado pelo Instituto SOS Pantanal, UniãoBR e por Luan Santana, com os objetivos de:

• Prestar suporte emergencial à fauna e (Resgate de animais feridos ou debilitados e distribuição de alimentos em áreas queimadas)

• Prestar apoio à comunidades em vulnerabilidade (Distribuição de insumos básicos para comunidades em vulnerabilidade)

• Promover a restauração de áreas degradadas através do plantio de mudas nativas.

• Estruturar de brigadas rurais voluntárias fixas pelo bioma, treinadas, equipadas e integradas aos bombeiros.

Diversas instituições fazem parte do movimento, atuando para que os diferentes objetivos sejam alcançados. São elas Instituto Arara-azul, Instituto Tamanduá, Instituto Homem Pantaneiro, Laboratório de Ecologia da Intervenção – UFMS, Instituto Centro de Vida – ICV, Wetlands Brasil, Mupan - Mulheres em Ação no Pantanal e Grupo de Resgate de Animais em Desastres.

O movimento possui um site que está coletando assinaturas em seu manifesto e doações: http://opantanalchama.sospantanal.org.br/

Milhares de animais morreram ou foram desalojados de seus habitats, muitas propriedades foram destruídas e diversas comunidades encontram-se em situação de vulnerabilidade. Os prejuízos econômicos, ambientais e sociais são ainda incalculáveis.

Diversas organizações atuaram e ainda atuam na linha da frente para minimizar os estragos causados pelo fogo. As ações estão concentradas no resgate da fauna e na distribuição de alimentos para os animais que sobreviveram e agora enfrentam a fome; combate aos incêndios e distribuição de insumos básicos por comunidades indígenas, quilombolas e ribeirinhas.

Banner Whatsapp Desktop
Departamento de Operações de Fronteira - Disque Denúncia